PM inicia operação para tentar conter violência em Miracema Cidade é uma das mais violentas do estado; entre 27 de dezembro de 2019 e 14 de janeiro de 2020, foram quatro homicídios, além de tentativas de homicídio

Cidade é uma das mais violentas do estado; entre 27 de dezembro de 2019 e 14 de janeiro de 2020, foram quatro homicídios, além de tentativas de homicídio

Fotos: PM

A Polícia Militar anunciou que iniciou uma operação para tentar conter a violência em Miracema, no Noroeste Fluminense. O município com quase 27 mil habitantes é um dos mais violentos do estado, violência que ocorre em decorrência do domínio de facções criminosas em vários pontos da cidade. A disputa por pontos de tráfico tem elevado os números de homicídio e tentativa de homicídio em Miracema. Entre as cidades de responsabilidade do 36º BPM, é em Miracema onde ocorrem as maiores apreensões de drogas e armas. Segundo o 36º BPM, o reforço no policiamento do município vai contar com quatro viaturas extras realizando patrulhamento e abordagens em toda a região, priorizando as áreas críticas, pontos em que os traficantes entram em conflito. (continua após a publicidade)

Ainda de acordo com o batalhão, a operação visa a prevenção e repressão de crimes contra a vida, além do combate intenso ao tráfico de armas e entorpecentes. Em menos de um mês, mais quatro pessoas foram assassinadas em Miracema. Para a polícia, todas possuíam envolvimento com o tráfico. No dia 27 de dezembro de 2029, um adolescente de 15 anos foi assassinado com vários tiros no Morro do Demétrio. O crime aconteceu na Rua Francisco Ribeiro dos Santos, nas casinhas populares. No dia 30 do mesmo mês, outro adolescente foi morto no município. Dessa vez, Jeferson dos Santos Barreto, de 16 anos, conhecido como Jefinho, foi executado a tiros na Rua Alcebiades Mendes Linhares, na Vila Nova. (continua após a publicidade)

Já no dia 11 de janeiro de 2020, um jovem identificado como Alan Nogueira da Silva, de 21 anos, conhecido como “Salomão”, foi assassinado a tiros na Rua Eugênio Constâncio, no bairro Santa Teresa. Ele ainda tentou fugir, mas foi perseguido e atingido por pelo menos três disparos, sendo um na cabeça. Dois dias depois, uma mulher identificada como Bruna da Silva Titoneli, de 30 anos, também foi assassinada a tiros na cidade. O crime aconteceu na Rua Sebastião Gonçalves Moreira, no bairro Viradouro. Já no dia 15, três homens foram alvos de tentativa de homicídio no bairro Nossa Senhora Aparecida. Um deles, de 28 anos, acabou sendo atingido e foi socorrido. Durante a ocorrência a PM descobriu que havia um mandado de prisão por furto para um dos alvos da tentativa de homicídio. Ele acabou preso.

Mais do SFn