PM morto, cinco baleados e cinco coletivos incendiados em Macaé O comércio também fechou as portas na tarde de ontem (10) no Centro de Macaé

O comércio também fechou as portas na tarde de ontem (10) no Centro de Macaé

Fotos: Reprodução

O clima de medo continua em Macaé. Desde a manhã desta terça-feira (09/01) a Polícia Militar faz operação para tentar localizar bandidos que mataram o cabo José Renê Araújo Barros, de 35 anos. O confronto entre bandidos e PMs começou quando a Polícia Militar foi verificar denúncias de que criminosos fortemente armados estariam circulando pelo no bairro Lagomar.

No enfrentamento, cinco suspeitos foram baleados. Destes, três foram autuados em flagrante, sendo dois levados para a 123ª Delegacia de Polícia e um continua internado no Hospital Público Municipal (HPM). Os demais ainda serão ouvidos na Delegacia. Cinco coletivos foram incendiados.

Além do apoio da Polícia Civil, a PM também recebeu apoio da Polícia Rodoviária Federal, que realiza ações de monitorando e controle nos acessos do município.

Já pela tarde, o comércio começou a fechar as portas. A Associação Comercial da cidade informou que as lojas começaram a fechar após um carro com bandidos armados sendo perseguido pela polícia passar pelo Centro.

Como medida de segurança para os usuários do transporte público, os ônibus farão paradas em locais diferentes dos de praxe. Moradores das Malvinas e do Botafogo deverão embarcar em frente a Fábrica Lynce; do Lagomar, no Terminal Lagomar; e da Nova Holanda e da Fronteira no Estádio Claudio Moacyr (Moacyrzão).

Por medida de segurança, as escolas localizadas nos bairros Lagomar, Engenho da Praia, Malvinas e Nova Holanda não estarão funcionando no período da manhã desta quarta-feira (10). As escolas da rede municipal estão no período de férias e o início do ano letivo 2018 será dia 5 de fevereiro. Durante o período de recesso escolar, a secretaria das escolas funcionam, somente, com atendimento para matrícula.


Mais sobre este assunto

Mais do SFn