segunda-feira , 22 outubro 2018

Polícia Ambiental destrói armadilhas durante operação no Rio Negro, em Ponto de Pergunta De acordo com a 3ª Upam, pescadores usam as armações conhecidas como paritás para capturar peixes

De acordo com a 3ª Upam, pescadores usam as armações conhecidas como paritás para capturar peixes

Fotos: Polícia Ambiental

Policiais ambientais, da 3ª Unidade do Parque Estadual do Desengano, destruíram armadilhas de pesca predatória durante uma operação realizada no Rio Negro, entre os municípios de São Sebastião do Alto e Itaocara.

As armadilhas foram encontradas na altura da localidade de Ponto de Pergunta, na zona rural de Itaocara. Nenhum pescador foi encontrado no local. O material apreendido foi encaminhado para a 135ª Delegacia Legal do município.

Ainda de acordo com a Upam, outras ações devem acontecer em Itaocara e municípios da região. Denúncias devem ser feitas pelo Programa Linha Verde, o Disque Denúncia para crimes ambientais, pelos telefones 03002531177 e (21) 2253-1177, ou ainda por meio do aplicativo Disque Denúncia RJ.


Mais do SFn