sexta-feira , 2 dezembro 2016
desmatamento-6

Polícia Ambiental encontra áreas de desmatamento em municípios da região

desmatamento-8
Fotos: UPAm

O desmatamento não para de crescer em toda região, e a cada dia, novos casos são registrados. A Unidade de Polícia Ambiental do Parque Estadual do Desengano, responsável por fiscalizar os municípios do Norte, Noroeste Fluminense e parte da Região Serrana do estado, tem intensificado o combate aos crimes ambientais.

Dois novos casos de desmatamento foram registrados nesta sexta e sábado. Um dos locais fica em Área de Proteção Permanente (APP). Na sexta-feira, policiais ambientais encontraram uma área de aproximadamente cinco hectares desmatada no município de Italva. O terreno em área de APP com vegetação com características de nativa em estágio inicial médio e avançado de regeneração fica a menos de 50 metros de uma nascente.

O proprietário do terreno, localizado no Sítio Barro Branco, na zona rural, foi encaminhado para a delegacia do município, onde o caso foi registrado. A área será periciada pela Polícia Civil. desmatamento-5Já na manhã deste sábado (26/11), policiais da 3ª UPAm encontraram mais uma área desmatada. Dessa vez, na localidade de Eugênio de Moraes, no bairro Floricultura, no município de Trajano Moraes.

A área de aproximadamente cinco hectares possui vegetação com características de nativa. Os policiais também encontram cortes de árvores de médio e grande porte. O proprietário do terreno apresentou uma licença ambiental expedida pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Trajano de Moraes. Porém, a citada secretaria não possui convênio com o INEA. Ele foi encaminhado para a delegacia do município, onde o caso foi registrado. A área também será periciada pela Polícia Civil.

Denúncias podem ser feitas através do telefone (22) 2561-3228 da 3ª Unidade de Polícia Ambiental do Parque Estadual do Desengano (3ª UPAm).

desmatamento-4

SFn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *