quarta-feira , 28 junho 2017

Polícia Ambiental faz operação para combater crimes em Macuco Os policiais encontraram áreas de terraplenagem e aterro em locais de preservação permanente

Os policiais encontraram áreas de terraplenagem e aterro em locais de preservação permanente

Fotos: 3ª UPAm

A 3ª Unidade de Polícia Ambiental do Parque Estadual do Desengano (3ª UPAm) realizou uma operação para combater crimes ambientais em Macuco. Os policiais encontraram áreas de terraplenagem e aterro em locais de preservação permanente.

Em um dos locais, próximo de uma oficina na RJ-116, os policiais encontraram um corte de talude (barranco) e terraplenagem em uma área de aproximadamente 500 M² em área de preservação permanente por estar as margens da rodovia. O proprietário do local não foi encontrado, mas sua esposa foi encaminhada para a delegacia.

Ainda na RJ-116, dessa vez no bairro Maravilha, os policiais também encontraram um corte irregular de talude (barranco) e terraplenagem, mas em uma área de aproximadamente 100 M² em área de preservação permanente.

Já em uma fazenda, próxima ao Rural Parque Macuco, os policiais encontraram um aterro irregular em um terreno de aproximadamente 800 M² em área de preservação permanente por estar a menos de 15 metros de reservatório artificial de água.

Os três casos foram registrados na delegacia de Cordeiro. Os três locais serão periciados pela Polícia Civil. Você também pode ajudar a Polícia Ambiental a combater crimes. Faça sua denúncia através do (22) 2561-3228.



Mais do SFn

SFn