sexta-feira , 9 dezembro 2016
operação civil 7

Polícia Civil realiza operação em São Fidélis e Itaocara, com mandados por fraudes de licitações

5
Fotos: Vinnicius Cremonez/SF Notícias.

A Polícia Civil, com apoio do Departamento Geral de Polícia do Interior (DGPI) e do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO), deflagrou nesta sexta-feira (11.03) uma operação para cumprir mandados de prisão e de busca e apreensão nos municípios de São Fidélis e Itaocara . A operação, denominada “Amicus Curiae”, tem como objetivo desarticular uma quadrilha que fraudava licitações.

Na lista dos mandados de prisão preventiva estão Marcos Antônio de Magalhães Gonçalves, conhecido como “Marcão” (ex-presidente da Câmara Municipal de São Fidélis); Michel Ângelo Machado de Freitas (ex-presidente da Câmara Municipal de Itaocara); e Aldimar Oliveira da Cunha, vulgo “Caju” (presidente do Instituto de Previdência de Itaocara/ITAPREV). A ação também visa cumprir onze mandados de busca e apreensão nas residências de empresários, de servidores da Câmara e no interior da Câmara Municipal de São Fidélis.operação civil 8De acordo com a polícia, também havia um segundo grupo, formado por servidores da Câmara de São Fidélis, que agia cumprindo ordens de Marcão e Michel, assinando falsas atas de sessão de julgamento de procedimentos licitatórios e atestando a prestação de serviços não executados. As investigações apontam ainda para um terceiro grupo, sob o mesmo comando do anterior, tendo fortes ligações com Michel. Este grupo seria composto por empresários que forneciam documentos de empresas individuais e de sociedades empresariais para viabilizar a fraude nos procedimentos licitatórios, já sabedores de qual deles seria o vencedor, visto que se tratava de um verdadeiro jogo de “cartas marcadas”. Segundo a Polícia Civil, a quadrilha desviou mais de R$ 320.000,00 (trezentos e vinte mil reais) dos cofres da Câmara Municipal de São Fidélis.

Os policiais reuniram-se na 141ª Delegacia Policial, em São Fidélis, de onde saíram para cumprir 11 mandados de busca e apreensão e três de prisão. O imóvel de Marcão, no bairro Barão de Macaúbas, foi um dos primeiros visitados pela polícia, assim como a Câmara Municipal de Vereadores de São Fidélis, onde vários documentos foram apreendidos. A operação é comandada pelo delegado titular da 141ªDP, Rodrigo Maia.

operação civil 3

SFn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *