quarta-feira , 16 janeiro 2019

Polícia cumpre mandado de prisão em ação que investiga morte de Dayana em Valão do Barro Dayana ficou desaparecida por quatro dias e, seu corpo, foi encontrado preso na estrutura de uma ponte danificada, no leito do Rio Grande, na zona rural do distrito de Valão do Barro

Dayana ficou desaparecida por quatro dias e, seu corpo, foi encontrado preso na estrutura de uma ponte danificada, no leito do Rio Grande, na zona rural do distrito de Valão do Barro

Dayana deixou três filhos (dois meninos e uma menina), todos menores de idade.

A Polícia Militar cumpriu na manhã desta quinta-feira (20/12) um mandado de prisão temporária relacionado ao caso da morte Dayana Soares Da Silva, de 30 anos (fotos), moradora de Valão do Barro. O mandado foi cumprido por policiais do DPO que fica no distrito.

Segundo a Polícia Civil de São Sebastião do Alto, uma mulher foi presa e encaminhada para a delegacia. Não foram divulgadas, até o momento, outras informações sobre a prisão. Ao SF Notícias, o delegado que responde pela 155ª Delegacia Legal, Drº Sérgio Santana, disse que a morte de Dayana é tratada como homicídio.

Ela ficou desaparecida por quatro dias. A irmã de Dayana contou que ela saiu de casa na manhã do dia 26 de novembro apenas com a roupa do corpo. Seu corpo foi encontrado na tarde do dia 30, preso na estrutura de uma ponte danificada, no leito do Rio Grande, em um local conhecido como Cabeceiras, ou fazendinha, na zona rural do distrito de Valão do Barro.


Mais do SFn