sexta-feira , 15 novembro 2019

Polícia procura dupla acusada de aplicar golpes em moradores de Campos, São Fidélis e várias cidades do Brasil Mais de mil pessoas caíram no golpe aplicado através da venda de celulares em redes sociais; prejuízo pode chegar aos R$ 2 milhões

Mais de mil pessoas caíram no golpe aplicado através da venda de celulares em redes sociais; prejuízo pode chegar aos R$ 2 milhões

A Polícia Civil de Campos fez, na manhã desta quarta-feira (09/01), uma operação para tentar prender Natália Reginaldo da Paixão e Alan da Rocha Silveira. Eles são acusados de aplicar golpes em mais de 1.500 pessoas de várias cidades do Brasil, entre elas, Campos e São Fidélis.

A dupla anunciava os celulares, com preço abaixo do mercado, em redes sociais. As vítimas faziam o depósito bancário, mas não recebiam o aparelho, aí percebiam que haviam caído em um golpe. Um dos nomes usados pela dupla é MS Shoes e Acessórios.

continua após a foto

Segundo a polícia, algumas pessoas chegaram a receber o celular, o que ajudou a gerar uma confiança na dupla. Algumas pessoas famosas, entre elas a cantora Jojô Toddynho, chegaram a divulgar a dupla e as promoções, mas também perceberam que era um golpe e alertaram aos fãs.

A dupla chegou a promover um evento, com a presença de vários artistas, em uma casa de eventos de luxo em Campos para o lançamento de uma loja de sapatos, que nunca abriu.

A casa luxuosa de Natália Reginaldo da Paixão fica em um condomínio de Campos. Os policias encontraram até um macaco sendo mantido em cativeiro. No imóvel os agentes apreenderam documentos.

Nas redes sociais as vítimas criaram páginas e perfis no Facebook e no Instagram, onde divulgam os golpes aplicados pela dupla e fotos dos acusados. As vítimas também contam como caíram no golpe. Os acusados não foram encontrados durante a operação de hoje e são considerados foragidos. Eles irão responder pelos crimes de estelionato e organização criminosa. Vítimas do casal devem procurar a 134ª Delegacia Legal do Centro de Campos.

Mais do SFn