segunda-feira , 10 dezembro 2018

Policiais flagram crimes ambientais em Itaocara, Santa Maria Madalena e São Sebastião do Alto A população deve fazer denúncias ao Programa Linha Verde através do 0300-2531177

A população deve fazer denúncias ao Programa Linha Verde através do 0300-2531177

Fotos: Polícia Ambiental

Através de denúncias feitas ao Programa Linha Verde, o disque denúncia de crimes ambientais no Estado do Rio de Janeiro, policiais da 3ª Unidade de Polícia Ambiental do Parque Estadual do Desengano flagraram crimes ambientais nos municípios de Itaocara, Santa Maria Madalena e São Sebastião do Alto.

Em São Sebastião os policiais encontraram um lava jato em que os resíduos provenientes da limpeza dos veículos escoavam por uma vala em direção a um curso d’água que fica próximo. O estabelecimento fica às margens da RJ-116, em Ibipeba. O proprietário informou que não possui autorização do órgão ambiental competente para realizar a citada atividade. Segundo o Programa Linha Verde, o local foi fechado e será periciado.

Em Santa Maria Madalena os policiais encontraram uma movimentação de terra para nivelamento do solo em uma área de aproximadamente 12.000 m² na Rua Joaquim Batista Soares, no Largo do Machado. Os resíduos foram depositados, na forma de aterro, em área de brejo, com curso d’água e nascentes. O local também será periciado pela Polícia Civil, e o proprietário da área foi encaminhado para a delegacia.

Já em Itaocara os policiais encontraram um chiqueiro – com aproximadamente 50 porcos, entre adultos e filhotes – construído em uma área de brejo. Segundo a Polícia Ambiental, os dejetos são lançados em um curso d’água (Córrego das Areias) através de galerias subterrâneas. O local fica em uma fazenda na localidade de Laranjais. O proprietário não foi encontrado, mas o caso foi registrado na delegacia do município. A área também será periciada.


Mais do SFn