quarta-feira , 13 dezembro 2017

Policial do Core morre após ser baleado no pescoço durante ataque de facção, no Rio Agentes da Core foram até uma comunidade para dar apoio a PMs da UPP, que estavam encurralados por bandidos, quando o policial foi atingido

Agentes da Core foram até uma comunidade para dar apoio a PMs da UPP, que estavam encurralados por bandidos, quando o policial foi atingido

Fotos: Reprodução

Um policial, lotado na Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais (Core), morreu nesta sexta (11) após ser baleado no pescoço durante um ataque de uma facção criminosa, na Favela do Jacarezinho, em Bonsucesso, na Zona Norte do Rio.

Os agentes da Core foram até o local para dar apoio a PMs da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) que estavam encurralados por bandidos que atacavam a base. O inspetor Bruno Guimarães Buhler, de 36 anos, foi atingido no ombro por um tiro que atravessou o pescoço.

Ele chegou a ser socorrido e levado para o Hospital Federal de Bonsucesso, mas não resistiu aos ferimentos. Antes do policial ser baleado, a Polícia Civil e Força Nacional fizeram uma megaoperação contra o roubo de cargas e traficantes que atacam policiais em Manguinhos e no Jacarezinho.Quinze pessoas foram presas e 38 veículos roubados foram recuperados.


Mais do SFn