Com policiamento ostensivo, Bom Jardim não registra casos de violência

bom jardim
Fotos: Divulgação

A cidade de Bom Jardim, na Região Serrana, com uma população de aproximadamente 25 mil habitantes, e uma área de 384 mil km² foi uma das poucas cidades no Rio de Janeiro onde neste semestre ainda está em zero a incidência dos crimes classificados pelo Instituto de Segurança Pública como norteadores da sensação de segurança, que são os de Letalidade Violenta (homicídio doloso, latrocínio, lesão corporal seguida de morte e auto de resistência); de Roubo de Veículo e Roubo de Rua (que compreende roubo a transeunte, roubo de aparelho celular e roubo em coletivo).

De acordo com o comandante do 11° Batalhão da Polícia Militar (BPM), tenente-coronel Carlos Eduardo Hespanha, o índice zero de criminalidade é resultado do trabalho integrado da polícia com a população. “Temos realizado operações policiais, sobretudo aquelas com o intuito de apreender carros em situação irregular. Sabemos que a maioria dos veículos irregulares são usados por criminosos. Também intensificamos nosso policiamento em áreas consideradas críticas do ponto de vista da segurança” disse o comandante.

11 bpmA comunidade também tem ajudado a PM a cumprir sua missão de cuidar da segurança da cidade. Muitos moradores da cidade têm usado um aplicativo de mensagens gratuitas de textos para fazer denúncias e solicitar policiamento.

“Com o aplicativo, temos recebido informações privilegiadas que nos auxiliam a agir com mais celeridade no combate ao crime. Divulgamos um número que tem conexão direta com nossa Sala de Operações. Esta tecnologia tem nos ajudado bastante”, explicou o tenente coronel.

Com aproximadamente 40 policiais militares, Bom Jardim já havia registrado baixos índices de criminalidade no segundo semestre de 2014. Apenas dois homicídios ocorreram no período, no ano passado.

O 11º BPM atua nos municípios de Bom Jardim, Nova Friburgo, Duas Barras, Cantagalo, Cordeiro, Macuco, Santa Maria Madalena e Trajano de Moraes.

Fonte: Ascom



Mais do SFn

SFn