quarta-feira , 22 janeiro 2020

Prefeitura de Itaperuna faz ação de prevenção e monitoramento do carrapato estrela, causador da febre maculosa Ação é feita em parceria com a UFF - Universidade Federal Fluminense, de Uberlândia

Ação é feita em parceria com a UFF - Universidade Federal Fluminense, de Uberlândia

Fotos: Prefeitura

A prefeitura de Itaperuna, através da secretaria de Saúde, Vigilância em Saúde e Ambiental, em parceria com a UFF – Universidade Federal Fluminense, de Uberlândia, realizaram durante esta semana uma ação de prevenção e monitoramento com pesquisa de campo para identificação e controle da bactéria que causa a Febre Maculosa Brasileira.

Os trabalhos focaram principalmente na busca de carrapatos e na pesquisa em capivaras (principais animais portadores dos carrapatos infectados) e em cavalos, com exames de sangue nestes animais. Foram feitas buscas nas margens do rio Muriaé (principal local das capivaras) tanto dentro da cidade e nos seus arredores. A febre maculosa é uma doença infecciosa, febril aguda e de gravidade variável.

Caso apresente sintomas como: febre associada a forte dor de cabeça, dores pelo corpo, cansaço, falta de vontade de se alimentar, dor de barriga, ânsia de vômito e pequenas manchas pelo corpo, no período de 2 a 15 dias, após ter frequentado área de mata, pasto, rios ou lagos e, tiver tido contato com animais ou ter encontrado sinais de picada pelo corpo, a população deve procurar atendimento médico nas UBS – Unidades Básicas de Saúde, do Programa de Saúde da Família. Ao chegar ao serviço de saúde, é importante que a pessoa relate estas informações ao profissional da saúde, para facilitar o diagnóstico.

Mais do SFn