Prefeitura de Itaperuna proíbe entrada de ônibus na cidade e suspende atendimento ao público no comércio Decreto, que dispõe sobre várias ações para evitar a proliferação do coronavírus, tem validade de 15 dias, podendo ser prorrogado

Decreto, que dispõe sobre várias ações para evitar a proliferação do coronavírus, tem validade de 15 dias, podendo ser prorrogado

Foto: SF Notícias

A Prefeitura Municipal de Itaperuna, no Noroeste Fluminense, publicou nesta quinta-feira (19/03) um decreto que dispõe sobre ações para evitar o contágio e proliferação do coronavírus na cidade, entre outras providências. Entre as medidas tomadas pela administração municipal está a suspensão da entrada e circulação de linhas intermunicipais e interestaduais de ônibus, vans e congêneres, assim como de ônibus alugados em outras entidades municipais ou estaduais com destino a Itaperuna. Ainda na área do transporte público, a circulação de ônibus e vans dentro do município foi restringida a um terço. Motoristas de ônibus, táxis e de aplicativos ficam obrigados a utilizar máscaras. Já quanto à travessia, tráfego ou abastecimento de produtos e serviços realizada através caminhões ou quaisquer outros veículos de transportes vindos de outras cidades ou estado ficará restrita aos horários entre 18h às 6h. (continua após a publicidade)

O decreto suspende ainda o atendimento ao público em bares, restaurantes, lanchonetes, clubes, cinema/teatro,
confecções, lojas em geral, comércio varejista e outros estabelecimentos, permanecendo ativos somente os serviços de entrega delivery. Com isso, poderão permanecer ativos os serviços e atividades internas dos estabelecimentos, sob a obrigatoriedade do uso dos funcionários de máscaras cirúrgicas e higienização regular com gel antisséptico 70º. Também ficam suspensas as atividades de academia, centro de ginástica e estabelecimentos similares. No funcionamento de estabelecimentos comerciais coletivos e essenciais, como mercados, padarias, quitandas, farmácias, ou outros congêneres, será obrigatório para os funcionários o uso de máscaras cirúrgicas e higienização regular e periódica de mãos, balcões e caixas com gel antisséptico 70º. (continua após a publicidade)

A Procuradoria Geral do município providenciará o imediato processamento e responsabilização de qualquer descumprimento do decreto, que tem validade de 15 dias, e a Guarda Civil Municipal montará posto de controle em cada entrada/saída da cidade, para velar pelo estrito cumprimento de todas as medidas. De acordo com a secretária municipal de saúde do município, cinco casos suspeitos de Covid-19 foram registrados entre a noite de quarta (18) e a tarde desta quinta (19). Todos apresentam sintomas leves, estão sendo acompanhados pela pasta e estão em isolamento domiciliar. Até o início da noite de quarta (18) outros quatro casos suspeitos foram descartados após os testes realizados. Confira todas as determinações do decreto AQUI.

Mais do SFn