Foto: Edson Ferreira - SF Notícias

Presidente do Tribunal de Contas do Estado é conduzido coercitivamente para a sede da PF Ele teria pedido dinheiro para aprovar contratos que favoreciam a Odebrecht

Ele teria pedido dinheiro para aprovar contratos que favoreciam a Odebrecht

presidente-tribunal
Foto: O Extra

O presidente do Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro (TCE/RJ), Jonas Lopes, foi conduzido coercitivamente por agentes da Polícia Federal à sede da instituição, na Zona Portuária do Rio, na manhã desta terça-feira.

Segundo informações da Polícia  Federal, o objetivo da “Operação Descontrole” é investigar os crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro, entre outros. Quarenta policiais federais cumprem 10 mandados de busca e apreensão e três mandados de condução coercitiva expedidos pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Segundo a deleção premiada de Leandro Azevedo, ex-diretor da Odebrecht no Rio, Jonas Lopes pediu dinheiro para aprovar contratos que favoreciam a empresa. Os pedidos envolveriam o Maracanã e a Linha 4 do Metrô do Rio.


Mais do SFn