Prevenção ao coronavírus: praças, academias públicas e parques infantis são interditados em Cordeiro Prefeitura também determinou a suspensão da atividade comercial não essencial, e empresarial

Prefeitura também determinou a suspensão da atividade comercial não essencial, e empresarial

Fotos: Defesa Civil/ Ailton Taveira

Seguindo as determinações das autoridades de saúde, a Prefeitura de Cordeiro, na Região Serrana do Rio, adotou algumas medidas para diminuir a circulação de pessoas nas ruas e assim minimizar a possibilidade de contágio pelo coronavírus. A ação começou no domingo (22) com o isolamento de áreas de uso comum em diferentes pontos do município. Entre os pontos que foram interditados estão as praças Coronel Antônio Pinto e Praça Nagib Salomão, ambas no Centro, e Guadalajara, no bairro Rodolfo Gonçalves, um dos maiores do município. Também foram isoladas academias públicas de ginástica na Mata do Posto; no bairro BNH; o espaço de prática esportiva, no Posto Zootécnico; além da quadra de esportes do José Pinho, no IPERJ. No Retiro Poético (Gogó da Ema) um parque infantil foi interditado. Nesta terça-feira (24) a Prefeitura divulgou que os primeiros exames de dois casos suspeitos testaram negativo para Covid-19 (Reveja AQUI). (continua após a foto)

“Estou ciente de que são medidas bastante duras e impopulares. Mas nesse momento minha obrigação é cuidar da saúde da população e eu não vou abrir mão disso, mesmo que haja críticas quanto à minha postura. Afinal, uma vida vale mais que uma opinião contrária”, disse o prefeito Luciano Batatinha. As faixas específicas de isolamento foram colocadas pela Defesa Civil. Assim como em outras cidades do interior fluminense, a Prefeitura de Cordeiro também determinou a suspensão do funcionamento do comércio não essencial e da atividade empresarial. A determinação não se aplica aos supermercados, farmácias, serviços de saúde, açougue e padarias, onde os responsáveis deverão envidar esforços no sentido de cumprir as recomendações impostas pela OMS, Ministério da Saúde, Secretaria de Estado de Saúde e Secretaria Municipal de Saúde, em especial, espaçamento mínimo de dois metros entre as pessoas. Os bares, restaurantes, lanchonetes, estabelecimentos congêneres, casas de ração e pet shops poderão funcionar com delivery. Confira o decreto completo com outras determinações AQUI.

Mais do SFn