segunda-feira , 5 dezembro 2016
1011663-df_11042016img_0456-

Processo de impeachment de Dilma é aprovado em comissão da Câmara

Fotos: Efe/O Dia | Marcelo Camargo/Agência Brasil
Fotos: Efe/O Dia | Marcelo Camargo/Agência Brasil

Deputados membros da comissão especial do impeachment na Câmara Aprovaram nesta segunda-feira (11) o parecer do relator Jovair Arantes (PTB-GO), que defende a abertura do processo de afastamento da presidente Dilma Rousseff.

A sessão que acabou por volta das 20h30 desta segunda-feira, durou cerca de 10 horas. 38 deputados aprovaram o relatório e 27 foram contrários.

O parecer segue agora para votação no plenário da Câmara que será lido na sessão seguinte do plenário da Câmara, nesta terça-feira (12). Um dia depois, o documento será publicado no Diário Oficial da Câmara e, após 48 horas, o pedido de abertura do processo de impeachment pode ser votado pelos deputados em plenário. Caso 342 dos 513 Deputados votem a favor do  impeachment,  o pedido segue para análise do Senado. Caso contrário, o pedido é arquivado.

No Senado, se 41 dos 81 forem favoráveis ao pedido de impeachment, Dilma será afastada  por 180 dias e o vice Michel Temer assume interinamente.

Para afastar Dilma definitivamente da presidência, são necessários 54 votos de um total de 81 senadores. Se condenada, Dilma perde o mandato e fica inelegível por oito anos. Temer assume definitivamente para terminar o mandato para o qual a chapa foi eleita.

Protesto Pró-Dilma

Em quanto a votação ocorria em Brasília, uma manifestação pró-Dilma o corre na Lapa, Centro do Rio de Janeiro

 

SFn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *