Fotos: Reprodução

Processos seletivos do IBGE oferecem mais de 40 vagas para São Fidélis Profissionais contratados temporariamente pelo IBGE também terão direito a férias e 13º salários proporcionais; provas serão realizadas em todos os municípios onde houver vagas

Profissionais contratados temporariamente pelo IBGE também terão direito a férias e 13º salários proporcionais; provas serão realizadas em todos os municípios onde houver vagas

Fotos: Reprodução

Seguem abertas as inscrições para os processos seletivos do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). São vagas em todos os municípios do país, entre eles São Fidélis, no Norte do estado do Rio. Para a “Cidade Poema” são oferecidas, ao todo, 38 vagas para o cargo de Recenseador (nível fundamental), uma vaga para Agente Censitário Municipal e cinco para Agente Censitário Supervisor (nível médio). As inscrições podem ser feitas pela internet até o dia 24 de março, pelo site da organizadora do Processo Seletivo, o Cebraspe (link no final da matéria). A taxa de inscrição para as funções de nível médio é de R$ 35,80 e para Recenseador, de R$ 23,61. Os valores podem ser pagos em qualquer banco, casa lotérica ou pela internet. As vagas são temporárias e os contratos terão duração prevista de três meses (Recenseador) ou de cinco meses (Agentes Censitários Municipais/Agentes Censitários Supervisores), podendo ser renovados de acordo com as necessidades do IBGE e a disponibilidade orçamentária. (continua após a publicidade)

Segundo o IBGE, os profissionais irão trabalhar na coleta de informações do Censo 2020, entrevistando os moradores de todos domicílios brasileiros. Os profissionais contratados temporariamente pelo IBGE também terão direito a férias e 13º salários proporcionais. Pessoas que trabalharam recentemente como temporários para o IBGE ou qualquer outro órgão público, também poderão ser recontratados, caso sejam aprovados nos processos seletivos do Censo 2020. Os melhores colocados em cada município ocuparão a vaga de Agente Censitário Municipal, que será o responsável pela coordenação da coleta do Censo 2020 naquela cidade. Os demais agentes censitários supervisionam as equipes de recenseadores. As remunerações dessas duas funções são de R$ 2.100 para ACM e R$ 1.700 para ACS. Já os recenseadores serão remunerados por produtividade. Para ambas as funções, as provas serão realizadas em todos os municípios onde houver vagas. As provas para ACM/ACS serão no dia 17 de maio e as provas para Recenseadores, em 24 de maio. (continua após a publicidade)

Ainda de acordo com o IBGE, os candidatos a Recenseador farão prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório, com 10 questões de Língua Portuguesa, 10 questões de Matemática, 5 questões sobre Ética no Serviço Público e 25 questões de Conhecimentos Técnicos. Os candidatos a ACM/ACS farão prova objetiva de caráter eliminatório e classificatório, com 10 questões de Língua Portuguesa, 10 questões de Raciocínio Lógico Quantitativo, 5 questões de Ética no Serviço Público, 15 questões de Noções de Administração / Situações Gerenciais e 20 questões de Conhecimentos Técnicos. Para editais, lista de cargos e inscrições clique AQUI (ACM/ACS) e AQUI para Recenseador.

Mais do SFn