terça-feira , 22 outubro 2019

Procurado por matar cruelmente ex-companheiras, “viúvo negro” é preso em bar no Centro de Cordeiro João dos Anjos Correa estava sendo procurado desde 2016. Crimes aconteceram em cidades diferentes do estado. Ele foi encontrado por policiais de Macuco bebendo cerveja em um bar no Centro de Cordeiro

João dos Anjos Correa estava sendo procurado desde 2016. Crimes aconteceram em cidades diferentes do estado. Ele foi encontrado por policiais de Macuco bebendo cerveja em um bar no Centro de Cordeiro

Ele foi encontrado por policiais de Macuco / Foto: SF Notícias

Um homem que ficou conhecido nacionalmente como “viúvo negro”, que era procurado pela Justiça, foi preso nesta terça-feira (17/09) em Cordeiro, na Região Serrana do Rio de Janeiro. Considerado perigoso, João dos Anjos Correa é acusado de enganar e roubar mulheres com as quais se relacionava. Investigações apontam que João assassinou cruelmente duas mulheres depois que elas  terminaram o relacionamento com ele. Os crimes aconteceram em cidades diferentes do estado. Segundo informações do Tenente Nuno, comandante da 3ª Companhia da Polícia Militar, João foi encontrado bebendo cerveja em um bar na Rua Moacir Laporte Leitão, no Centro de Cordeiro, por policiais do Destacamento de Policiamento Ostensivo (DPO) de Macuco. Para ele há três mandados de prisão.

Imagem: reprodução

A vítima mais recente é Iracema Militão, com quem ele se relacionou por cerca de um ano. Ela foi assinada em março de 2016. O corpo de Iracema foi encontrado em estado de decomposição em uma fazenda numa área rural de Guapimirim, na Baixada Fluminense. Ela teria sido morta com crueldade e com pancadas na cabeça. Em depoimento na Divisão de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF), parentes de Iracema contaram que antes de fugir, João ainda passou na casa da vítima para roubar pertences e cerca de R$ 1 mil. Ele também é acusado de matar Soani da Silva Martins. O crime aconteceu em outubro de 2014 na cada dela, onde ele morou por quatro meses. O imóvel fica no Parque Iriri, em Magé, também na Baixada Fluminense. Assim como a primeira vítima, Soani também foi morta com pancadas na cabeça e o corpo encontrado em estado de composição.

João foi levado para a delegacia de Cordeiro / Foto: SF Notícias

João também é acusado de atacar com golpes de martelo uma mulher com quem ele teve seis filhos. O caso aconteceu em 2004 em Araruama, na Região dos Lagos. O ataque começou depois que a mulher disse que o relacionamento entre os dois, de 20 anos, havia acabado. Os filhos dela pediram ajuda para vizinhos e por sorte a mulher não foi morta. Ainda de acordo com o Tenente Nuno, João foi surpreendido pelos policiais enquanto bebia em um bar no Centro de Cordeiro. Sobre a prisão o tenente Nuno informou ainda que João estava de uma forma tranquila quando foi encontrado, como se não estivesse se escondendo, acreditando que não região estaria imune, e não seria reconhecido. Após ser encontrado, João foi encaminhado para a 154ª Delegacia Legal do município. Ao SF Notícias, o delegado DP, Dr. Robson Pizzo, contou que João será transferido nas próximas horas para o sistema prisional do estado.

Mais do SFn