Programa “UMA por todas” atendeu duas mil pessoas em Miracema, Pádua, Itaperuna e outras cidades Para a subsecretária de Políticas para as Mulheres, esse número é pequeno quando se pensa no grande número de mulheres que ainda não tem coragem de se manifestar acerca de situações de violência

Para a subsecretária de Políticas para as Mulheres, esse número é pequeno quando se pensa no grande número de mulheres que ainda não tem coragem de se manifestar acerca de situações de violência

Lançado no último dia 20 de maio, o programa “UMA por todas”, da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos (SEDSDH), atendeu cerca de duas mil pessoas em sua primeira etapa, em seis municípios do Noroeste Fluminense, em três dias.

As cidades de Miracema, Itaperuna, São José de Ubá, Natividade, Bom Jesus de Itabapoana e Santo Antônio de Pádua receberam os ônibus equipados e doados pelo Governo Federal.

“Apesar de termos verificado um número importante de atendimentos nestes três dias, ele é pequeno quando pensamos no grande número de mulheres que ainda não têm a coragem de se manifestar acerca de situações de violência, o que acontece por causa da ausência de atendimento especializado”, explicou Sandra Ornellas, subsecretária de Políticas para as Mulheres da SEDSDH.

O projeto UMA por Todas também realizou palestras sobre saúde da mulher, ofereceu isenção de taxa e segunda via de documentos e certidões, por meio do Centro Comunitário de Defesa da Cidadania (CCDC), e oficinas nutricionais, por meio da Superintendência de Segurança Alimentar e Nutricional. Em parceria com a AgeRio – Agência Estadual de Fomento, da Secretaria Desenvolvimento Econômico e Geração de Emprego e Renda, as mulheres recebem ainda orientação sobre obtenção de microcrédito para pequenos empreendimentos.


Mais do SFn