segunda-feira , 5 dezembro 2016
secretaria de promoção social 1

Projeto para cadastro de deficientes é lançado em São Fidélis

cadeirante 2
Foto: Matheus Berriel

A Secretaria Municipal de Assistência Social de São Fidélis lançou um projeto para montar um panorama dos deficientes do município, com o intuito de elaborar políticas públicas visando melhorar as questões de acessibilidade. Para fazerem o cadastro, os deficientes devem comparecer a uma unidade Centro de Referência da Assistências Social (CRAS) portando carteira de identidade, CPF e comprovante de residência.

Endereços dos CRAS em São Fidélis:

CRAS Filotéia: Praça Filotéia Bragança – Bairro São Vicente de Paula.

CRAS Duque de Caxias: Rua Frei Ângelo nº: 621, antigo posto do Materno Infantil.

Caso recentemente conhecido:

Em maio, o SF Notícias contou a situação do cadeirante Luciano Bispo Dantas, ex-morador de Campinas, interior de São Paulo, que está residindo em São Fidélis desde dezembro de 2014, e sentiu a diferença na acessibilidade. Ele e sua esposa, Jocilene Dantas, também cadeirante, reclamam da falta de rampas, principalmente na rodoviária, local bastante frequentado pelos dois para pegar ônibus. Apesar de ter duas rampas de acesso laterais, estas ficam um pouco distantes do ponto exato no qual os ônibus das empresas de viação usam para embarque e desembarque, gastando mais tempo na locomoção, o que pode ocasionar a perda da viagem. Outros lugares como os Correios, a Prefeitura e alguns comércios da cidade também foram citados na matéria. Relembre aqui.

Após a divulgação do caso de Luciano, alguns outros deficientes apareceram e levantaram a questão da falta de acessibilidade. Na época, o Secretário de Transporte e Mobilidade Urbana de São Fidélis, Idelfonso Tito de Azevedo Junior, deu uma entrevista coletiva falando sobre o tema e se mostrou ciente dos problemas, citando projetos previstos para saírem do papel que têm dependência dos repasses de verbas estaduais e federais. Relembre aqui.

SFn