Quase dois meses após conclusão de obras, trecho da RJ-158 volta a apresentar problemas Segundo o DER-RJ, uma nova chuva forte no trecho provocou a nova erosão

Segundo o DER-RJ, uma nova chuva forte no trecho provocou a nova erosão

Trecho cedeu durante forte chuva em 2018 e passou por obras

Após quase um ano, o Departamento de Estradas e Rodagens concluiu, em janeiro de 2019, as obras no trecho que desabou na RJ-158, entre os municípios de Campos e São Fidélis. A cratera surgiu durante uma forte chuva no dia 09 de março do ano passado.

Segundo o engenheiro do DER, Ivan Figueiredo, no local foi feito um muro de gabião (estrutura armada, flexível, drenante e de grande durabilidade e resistência), e a drenagem do local, algo parecido com o que foi feito no Morro do Gambá quando parte desabou durante a chuva forte de 2008.

Quase dois meses após a conclusão das obras que custaram R$ 214 mil, o trecho voltou a apresentar erosões. Fotos feitas por um leitor do SF Notícias mostram que o meio-fio e parte do aterro, feito na parte superior ao muro de gabião, cederam.

Em nota, o Departamento de Estradas e Rodagens informou que a erosão do aterro foi provocada por fortes chuvas no local. A nota diz ainda que uma equipe do DER de Campos vai iniciar a reparação do aterro amanhã (20/03).


Mais do SFn