Relacionamentos e Dependência Afetiva: o amor que vira prisão Veja alguns fatores que podem gerar esse problema e dicas de como se livrar dele

Veja alguns fatores que podem gerar esse problema e dicas de como se livrar dele

Nosssaaaa!!! Que saudade daqui!!! Terrinha quente, mas amo cada dia mais!! Rs Hoje o tema é polêmico, doloroso, angustiante e que muitas pessoas sofrem e nem sabem que estão passando por algo que tem solução!! Dependência emocional.

O dependente afetivo ou emocional está convencido que precisa sempre da presença e atenção da outra pessoa para o seu bem-estar e segurança pessoal, sendo responsável por um dos maiores sofrimentos dos seres humanos e a existência da grande maioria dos relacionamentos não saudáveis.

Dentre os fatores que costumam gerar esse problema, está a educação de pais rígidos e autoritários, que não permitem a liberdade dos filhos, os ensinando a serem inseguros e dependerem deles, e o que acontece?? Esses filhos viram adultos e transferem esse sentimento para outra pessoa, normalmente um namorado ou namorada, marido, esposa, e até filhos, na excessiva responsabilidade de cuidar deles.

Infelizmente a maioria das pessoas com esse problema são mulheres, mas os homens também sofrem exatamente do mesmo jeito que as mulheres, porém com a desvantagem de que eles não assumem e não procuram ajuda psicológica.

As minhas recomendações principais para quem sofre com essa dependência são:

1. Reconhecer que há um problema – Sua infelicidade e felicidade se centram somente em uma pessoa, não aproveita nada que não seja estar com quem ama ou goste muito.

Sua alegria depende de como é tratado pelos demais e do que eles pensam sobre você. Depende muito dos outros para se sentir bem ou mal. Só se sente bem consigo mesmo caso se sinta querido: se ninguém te quer, se sente vazio e sem amor próprio. Qualquer um gostaria de ter alguém especial na vida, mas o que diferencia uma pessoa dependente de uma pessoa que tem uma relação saudável é que, quando está a sós pode até sentir saudades, mas isso não a impede de desfrutar de outros lados de sua vida. Já uma pessoa dependente não pode estar sozinha nunca, fica deprimida, sua auto-estima diminui e ela não é capaz de aproveitar a vida.

2. Liste coisas que te prejudicavam e que você só fez por amor e carinho – Uma vez que já tenha reconhecido o problema, é preciso que se convença da vontade de eliminar a dependência emocional da sua vida.

O que aquela pessoa fazia que te prejudicava? Você fez algo por ela e acabou machucado? Exemplos: Deixou amigos, família, atividades, hobbies, estudos, desenvolvimento pessoal, etc.? Você foi tratado com o devido respeito que merece? Fez coisas ruins para não perdê-la? Como você está emocionalmente? Sente que mendigou afeto ou amor, e não conseguiu? Além de aproveitar a vida com essa pessoa, aproveitou também outras coisas? Podem ser hobbies, amizades, etc… Suportou muita negatividade só para não ser abandonado? É importante que esteja consciente do sofrimento que passou sendo uma pessoa dependente. Pense em toda negatividade que esta relação trouxe para você, dessa maneira sentirá mais vontade de mudar e de eliminar a dependência emocional.

3. Trabalhe para aumentar a sua auto-estima – O fator principal de qualquer dependência é a baixa auto-estima. Há muitas opções para aumentá-la, desde procurar ajuda profissional.

4. Aprenda a estar só – Quando nos amamos e nos bastamos, aí sim estamos preparados para amar os outros de maneira saudável. Todos desejamos uma pessoa para amar… Mas uma coisa é “necessitar”, e outra muito diferente é “desejar”.

Aprender a se curtir e a se desenvolver na vida sozinho é essencial e gera uma maturidade única! Desenvolva-se no presente, invista em você e no seu futuro, separe um tempo para o lazer e hobbies, viaje, faça novas amizades e cultive as antigas que sejam verdadeiras, e aprecie as coisas simples da vida sem deixar de sonhar grande! Mas principalmente cuide e ame a si mesmo como você merece todos os dias da sua Vida!

Mais uma vez foi ótimo estar por aqui e desejo o melhor a todos em 2019 e sempre!!

Facebook Viviana Guedes
Instagram @viviana_guedes
WhatsApp (21) 97320-8122
Contato (22) 99835-7552


Mais do SFn