quarta-feira , 19 dezembro 2018

Relatos Selvagens

Fotos: Divulgação
Fotos: Divulgação

Essa semana assisti um dos melhores filmes dos últimos tempos, trata-se do argentino “Relatos Selvagens”, é simplesmente uma obra prima genial que vale muito a pena ser vista. Dirigido por Damián Szifron, o Cópia de 14289473filme pode ser definido como drama, suspense ou comédia, pois passa por todos esses gêneros de maneira sutil e inteligentemente bem construída.

Vivemos em um mundo muito complicado, por mais que a gente tente manter a calma e o “equilíbrio no caos”, o filme aborda justamente essa tênue linha que separa eu e você de um impulso primitivo mediante a uma situação inusitada, que pode mudar pra sempre nossas vidas. Não é sensacional essa abordagem?!

Quem nunca pensou em matar um burocrata atendente que te trata mal em algum estabelecimento e que parece fazer questão te atrasar a sua vida? Quem nunca quis se vingar de pessoas que os fizeram mal? Quem nunca quis “pagar com a mesma moeda” alguma atitude rude cometida pro alguém? Atire a primeira pedra, ou beba um gole quem nunca! Pois bem, o filme simplesmente realiza todos esses impulsos e faz com que nós, expectadores, por alguns minutos nos sentimos vingados, sem sofrer as consequências disso, óbvio! Uma traição amorosa, o retorno do passado, uma tragédia ou mesmo a relatos-selvagens-5violência de um pequeno detalhe cotidiano empurram os personagens do filme para esse lugar, o de total fora de controle.

O filme é dividido por seis histórias, há um aspirante a músico que reúne todos os seus desafetos em um só lugar; uma garçonete que tem a chance de se vingar do homem que arruinou sua família; uma briga de trânsito que termina em violência; um engenheiro indignado com uma multa indevida e a burocracia sem limites; um milionário que tenta livrar o filho da cadeia após ter atropelado uma grávida; e uma noiva que descobre a traição do marido em plena de festa de casamento. Todas colocam os protagonistas a beira de um ataque de nervos, fazendo com que seus impulsos sejam aflorados e possamos acompanhar pelo buraco da fechadura a consequência disso, que surpreende em alguns casos.

entretenimento-cinema-relatos-selvagens-almodovar-cannes-ricardo-darin-20140908-001-size-598Além de um elenco primoroso, um humor negro incrivelmente inteligente que ao mesmo tempo que diverte, nos faz refletir sobre os problemas sociais, intolerância e a relação entre as pessoas, o filme bateu recordes nas bilheterias argentinas, sendo a única produção latino-americana a entrar para a competição oficial do Festival de Cannes, recebendo fortes aplausos após a exibição.

O longa também fez sucesso quando abriu a Mostra de São Paulo, na semana passada e está concorrendo com mais de 80 países ao oscar de melhor filme estrangeiro. Eu tava torcendo para o nosso “Hoje eu quero voltar sozinho”, mas depois que assisti “Relatos…” acho muito difícil a gente trazer a estatueta dsvm84tef1wcxwkfk52ho0w1ipra casa em 2015.

Bem é isso pessoal, segue a minha dica de cinema, corra pro cinema mais próximo de você e não perca essa obra prima que tem produção de ninguém menos que Almodovar. Ta bom ou quer mais argumentos?

Um beijo e até semana que vem!

525062


Mais do SFn