requeijão itaocara r

Requeijão de Itaocara está entre os finalistas do Maravilha Gastronômicas

cooperativa itaocara 3
Fotos: SF Notícias

Dois produtos feitos em Itaocara, estão entre os finalistas do programa Maravilhas Gastronômicas do Governo do Estado do Rio de Janeiro.

Um dos produtos de Itaocara que está entre os finalistas, é produzido pela Cooperativa Agropecuária de Itaocara (CAPIL), que foi fundada em 1951, conta com 110 funcionários, sendo 22 na área de produção, e é a principal atividade econômica, com cerca de 2 mil associados, envolvendo 10% da cooperativa itaocara 5população. Na década de 1960, a CAPIL iniciou a produção de manteiga numa pequena fábrica, o primeiro produto da associação que abriu caminho para a fabricação de outros derivados de leite, tais como, doce de leite, queijo minas frescal, mussarela e ricota, além dos leites longa vida e do requeijão  (cremoso e em barra) que concorre ao prêmio.

Ao todo são produzidos 380 kg de requeijão por dia. Os produtos são vendidos em Itaocara, São Fidélis, Aperibé, Cambuci, Campos e região, além de algumas cidades da região dos lagos e parte da região serrana.

Os produtos levam o nome da cidade, e costumam ser presenteados pelos itaocarenses aos amigos, familiares e visitantes que estão distante da cidade. Itaocara produz 41% do leite, com a participação dos municípios de São Fidélis, Cambuci, Aperibé, São Sebastião de Alto e Cantagalo, somando cerca de 70 mil litros por dia de leite.

Veja como é o processo de fabricação do requeijão: o leite desnatado é enviado ao tanque de fabricação onde é adicionado o ácido lático para preparo da massa. Está, após coagulada, é levemente aquecida e escoado o soro. A massa é levada aos tachos, onde é lavada(com água e leite) e inserido vapor indiretamente e os ingredientes. Pronto, é envasado manualmente ainda quente(por meio de baldes de inox) nas formas previamente preparadas(revestidas pelas embalagens). cooperativa itaocara 4As embalagens(ainda nas formas) são fechadas em máquina e vão para bancada onde permanecem até o dia seguinte(para esfriar e tomar o formato retangular). Daí, o produto embalado é desenformado e acondicionado em caixas de papelão, sendo encaminhados para o setor de expedição.

cooperativa itaocara 1O prêmio chega à terceira edição, em 2015, com o objetivo de valorizar a cultura do gosto regional. O compromisso é dar visibilidade e mapear a produção gastronômica fluminense de qualidade. Assim, a premiação reconhece quem planta e produz no território, lugar de sabor, memória e conhecimento. A votação do prêmio será aberta ao público, pela Internet, no dia 17 de agosto e os internautas terão até o dia 31 de outubro para escolher os seus favoritos em cada categoria. Para conhecer os finalistas basta acessar o site www.projetomaravilhas.com.br.

Ao todo, são 132 produtos na disputa, representando mais de 50 municípios fluminenses, do interior à capital, e divididos em 12 categorias Da Água, Cachaças, Cafés, Cervejas, Conservas, Doces e Compotas, Embutidos, Laticínios, Mel, Pastas e Patês, Queijos e Da Terra.

cooperativa itaocara 2

SFn