segunda-feira , 9 dezembro 2019

Rio do Colégio transborda e invade casas na zona rural de São Fidélis A situação ainda é de alerta para o Norte/Noroeste Fluminense nesta quinta-feira (21), pois a chuva deve continuar persistente podendo cair moderada a forte em algumas horas

A situação ainda é de alerta para o Norte/Noroeste Fluminense nesta quinta-feira (21), pois a chuva deve continuar persistente podendo cair moderada a forte em algumas horas

Faz anos que o nível do Rio do Colégio, um dos principais atrativos turísticos de São Fidélis, estava muito abaixo do ideal. Em determinados trechos, a água não passava da canela, mas a situação crítica do rio mudou em dois dias. A chuva constante que caiu na região juntamente com uma forte chuva que atingiu o cabeceira do rio nesta quarta-feira (20/11) elevaram o seu nível. Segundo moradores que conversaram com a redação do SF Notícias por telefone, o nível do rio começou a subir nesta terça (19), mas na tarde desta quarta (20) passou a subir ainda mais. (continua após o vídeo)

O rio subiu tanto que a água invadiu algumas residências na região do Aracaju, próximo ao trecho conhecido como “Ponte do Pardal”. Faz anos que algo parecido não acontecia. O nível do rio começou a recuar ainda na noite desta quarta. A zona rural de São Fidélis não possui uma estação pluviométrica, então não é possível saber a quantidade de chuva que caiu na cabeceira do rio. O Rio do Colégio nasce no Parque Estadual do Desengano e percorre 35 quilômetros até desaguar no Rio Paraíba do Sul. É o único rio totalmente fidelense. Segundo a Climatempo, a situação ainda é de alerta para o Norte/Noroeste Fluminense nesta quinta-feira, 21 de novembro, pois a chuva deve continuar persistente podendo cair moderada a forte em algumas horas. Há risco de elevação perigosa do nível de córregos e rios, até de enchentes, além de alagamentos e de deslizamentos de terra. O risco de desastre é maior em áreas que já estão com o solo encharcado devido ao excesso de chuva das últimas 24 horas.

Mais do SFn