RJ não atinge meta e vacinação contra a gripe é prorrogada por mais quinze dias Até o momento a campanha imunizou 2,6 milhões de pessoas, o que representa cerca de 54,5% do público-alvo

Até o momento a campanha imunizou 2,6 milhões de pessoas, o que representa cerca de 54,5% do público-alvo

Fotos: Divulgação

A Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro prorrogou o prazo de vacinação contra a gripe nos 92 municípios. Inicialmente programada para ser encerrada no dia 31 de maio, a campanha foi estendida para o dia 15 de junho já que o estado não atingiu a meta estabelecida pelo Ministério da Saúde.

O objetivo é atingir uma cobertura vacinal de 90% do público-alvo e até o momento a campanha imunizou 2,6 milhões de pessoas, o que representa cerca de 54,5% do público-alvo. A expectativa da Secretaria de Estado de Saúde é vacinar 4,9 milhões de pessoas.

Segundo a Superintendência de Vigilância Epidemiológica da SES foram notificados, em 2019, 77 casos, com 18 óbitos. Em 2018, foram notificados 233 casos de influenza, com 30 óbitos. A vacina é importante porque ao receber a dose a pessoa já fica imunizada contra três vírus da doença, inclusive o H1N1.

Público-alvo

Crianças de 6 meses a menores de 6 anos de idade (5 anos, 11 meses e 29 dias), idosos, gestantes e mães com até 45 dias após o parto. A vacina está disponível a jovens de 12 a 21 anos de idade sob medida socioeducativa e população privada de liberdade, funcionários do sistema prisional e pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições especiais, independentemente da idade. A vacina também está sendo ofertada aos professores das escolas públicas e privadas, além de policiais civis, militares, bombeiros e membros ativos das Forças Armadas.

Veja também: Idoso morre vítima de H1N1 em Friburgo; cidade tem mais 7 casos da doença


Mais do SFn