segunda-feira , 21 agosto 2017

RJ tem mais baixas de PMs que soldados americanos na segunda guerra mundial A conta foi feita por grupo de trabalho que busca junto a tropa mudar essa triste estatística.

A conta foi feita por grupo de trabalho que busca junto a tropa mudar essa triste estatística.

Fotos: Vinnícius Cremonez/Arquivo

Parece normal, achamos ser normal e nos acostumamos a ver notícias de morte de policiais no Rio de Janeiro, mais isso não é e não pode ser normal. Em 23 anos, 3.234 policiais morreram de causas não naturais no estado e mais de 14 mil foram feridos.

Tão recorrente quanto as notícias de morte de policiais, são as publicação baseadas em conceitos de “Especialistas” da área, afirmando que a polícia do Rio é a que mais mata, mas infelizmente não se noticia com tanta energia que essa mesma polícia é a que mais morre.  Será que eles não perceberam que o estado vive uma Guerra? Eles podem não ter percebido mas a PMERJ sim. Um grupo de trabalho foi montado e trabalha juntamente com a tropa para mudar esta realidade.

“É 765 vezes mais fácil você ser ferido servindo na polícia do Rio do que estando em guerras. As 17.686 baixas, de 1994 a 2016, correspondem a 19,65% do efetivo disponível no período, de 90 mil PMs. O índice foi maior do que as perdas da Força Expedicionária Brasileira (FEB) na Segunda Guerra, com 9,99% de baixas entre 25 mil homens. E do que os 6,69% da tropa americana vitimada na época.”, afirmou o Coronel Cajueiro que faz parte do grupo de trabalho.

“Já estamos trabalhando a algum tempo e agora é a hora de mais uma vez ouvir os policiais, por isso criamos uma página no site da PMERJ onde qualquer policial pode, se aprofundar neste assunto, se informar sobre o que já está sendo feito e principalmente opinar.” Disse o Coronel Fraiman que também faz parte da comissão.

“Se eu pudesse, daria uma ordem: estão proibidos de morrer. Mas é impossível de ser cumprida”, disse o comandante Geral da PM, coronel Wolney Dias em uma entrevista. O Rio já contabiliza este ano, 92 policiais baleados sendo que 42 desses não resistiram e morreram.

Para opinar acesse o link:  https://www.pmerj.rj.gov.br/analise-da-vitimizacao-do-policial/


Mais do SFn

SFn