sexta-feira , 21 setembro 2018

“Roda” leva cultura para estudantes das escolas de São Fidélis

SZXCVBNMBJM,.
Fotos: Vinnicius Cremonez  / Divulgação

Estudantes das escolas de São Fidélis, estão tendo a oportunidade de aprender novas “disciplinas”, como a rima e o rep.

A ideia para a “Roda Cultural” ir nas escolas, surgiu por convites antes feitos por professores, que queriam mostrar seus alunos a ”rima”, que ganhou destaque recentemente em São Fidélis, após o início das reuniões na Roda Cultural.

Para o grupo, o propósito do projeto é ir além do convite para que seja feita uma visita na Roda Cultural, e sim, apresentar uma amostra do trabalho desenvolvido nas reuniões da ” Roda”dentro das salas de aula, e  interagir direto com os alunos.

O motivo é abraçar aquele jovem, tentando implantar nas escolas atividades extras, como grafite/paisagismo/música, e assim como o esporte socializa os jovens uns com os outros, a música age da mesma forma, afim de tirar jovens das ruas e das drogas.

“De uma forma ou de outra, a rima, o improviso, a música, te leva a leitura. E muitos alunos não leem claramente, e isso é muito importante na nossa comunicação. Eles nem sabem o que querem ser quando crescer, antigamente você perguntava a um aluno, e ele citava seu objetivo, hoje eles não sabem. E o rap é um movimento contestador, critico, mudança; e nada mais justo que iniciar a mudança nas escolas, onde as cabeças estão aquecidas de pensamentos borbulhantes querendo informação”. Algumas escolas mantém o padrão de aula, que são apenas atividades dentro de sala. Achamos que isso deixa as pessoas um pouco ”presa” pra novas ideias”, disseram Yohan Nambar e Neto Potiguar.

cesf gAs escolas Francisco Hilarião, CPUC, Anglo, Colégio Estadual de São Fidélis, Colégio Estadual Montese, Escola Municipalizada Mestra Maria Firmina e Colégio EStadual Elvídeo Costa, já receberam o projeto, mas a ideia, é levar o projeto em todas as escolas do município.

“Apresentamos nas salas um pouco do que temos na Roda Cultural de São Fidélis, que conta com desenhos dos Artistas: (Jhansey Oliveira, Léo Tatuador e sua esposa Nahime Oliver)”, disse os representantes do grupo.

Além disso, são apresentadas fotografias tiradas em diversos pontos da nossa “Cidade poema”, feitas pelo fotografo Wellington Ferreira, e também com rimas, rap, e um pouco da cultura hiphop com os rappers . O encontro da Roda Cultural, acontece todas as noites de sexta-feira no “Abrigo da Paz” na Praça Guilherme Tito de Azevedo, em frente a Biblioteca Municipal.

asdxfcgvhjk


Mais do SFn