quarta-feira , 16 agosto 2017

Sambista Vicente de Paula

vicente-de-paula-3

A coluna dessa semana homenageia o Bamba do Samba e pagode Fidelense, Vicente de Paula; sua voz e suas belíssimas composições levaram São Fidélis a grandes rodas de samba, e nomes de peso conheceram esse artista Fidelense.Com orgulho, a história de Vicente de Paula Santos Pessanha!

Cantor e compositor fidelense, nasceu em sua casa, na Rua Cicínio Faria 87 (uma das mais tradicionais do Bairro São Vicente de Paula), na manhã do dia 08 de março de 1965. Criado no meio do samba, caxambu, folia de reis e outros ritmos populares, iniciou sua trajetória musicalvicente de paula 5 como ritmista na Bateria da antiga Escola de Samba Unidos de São Vicente de Paula, com apenas 10 anos de idade. Foi também durante a sua infância que recebeu suas primeiras noções de canto na Igreja Católica e de musicalização com o Maestro Dário Portugal Freixo (o Darinho) na ORDEM. Foi, além de ritmista, Mestre de Bateria até se tornar um dos intérpretes da Escola de Samba Unidos do São Vicente (atualmente União de São Vicente).

 

• 1986 – Iniciou sua carreira como cantor de pagode nos bares da cidade, passando por vários grupos musicais;
• 1995 – Passou a itegrar a extinta Banda Força da Raça (período em que foi lançado o álbum “Na Aba do Pagode” com sua participação na música “Chorar de dor” de sua autoria);
• 1998 – Ano de seu segundo trabalho gravado com a Banda Força da Raça. Foram 11 faixas inéditas e uma regravação; destas, 9 de sua composição, e uma em parceria com o cantor, compositor e diretor artístico Geraldo Chocolate chamada “Pedir Socorro”;
• 2000 – Iniciou sua carreira solo sempre acompanhado da Banda Vadia. Lançou a música “Boba da Corte”, de sua autoria. Nesse mesmo ano foi convidado a ser vocalista da Banda “Dengo Só”, de Bom Jardim – RJ;-
• 2004 – Já a frente da Banda “Dengo Só”, lançou o álbum “Amor Lindo”, apadrinhado por Martinho José Ferreira, o Martinho da Vila, contendo 11 faixas inéditas e uma regravação de “ Saudade que Ficou” de sua autoria e a faixa inédita “Paixão de Amigo”, mais uma suas composições;
• De 2006 a 2007 – Integrou a Banda “Impacto Livre”;
• Atualmente, segue em sua carreira solo.

Talento, ousadia e simpatia descrevem bem esse artista completo que carrega sempre um sorriso no rosto. Vicente fala sorrindo, canta sorrindo e compõe os sentimentos e ideias que acredita, transportando emoções em notas musicais. Nossa homenagem, Vicente de Paula, filho ilustre da Cidade Poema!


Mais do SFn

SFn