quarta-feira , 7 dezembro 2016
ciclistas 1

São Fidélis: falta estrutura em uma das cidades onde mais se anda de bicicleta no Brasil

bicicleta 3
Fotos: Vinnicius Cremonez

O sétimo município onde a população mais anda de bicicleta no Brasil, não possui nenhuma estrutura para oferecer aos ciclistas, que precisam dividir espaço com carros, motos, caminhões e ônibus, colocando a sua vida em risco. Em uma matéria divulgada em outubro desse ano, o jornal Folha de ciclistas 2São Paulo divulgou que São Fidélis possui mais de 37 mil bicicletas, é quase uma por habitante.

A matéria foi publicada durante a maior feira nacional do setor de bicicletas, a Brasil Cycle Fair, que aconteceu em São Paulo. A convite da UCB – União de Ciclistas do Brasil, Rede Bicicleta para Todos, Aliança Bike e da Rede Bike Anjo, a cidade de São Paulo recebeu a visita de representantes das nove cidades brasileiras onde mais se usa bicicleta. Eles foram conhecer e analisar algumas das políticas públicas em implantação na cidade de São Paulo. O vice-prefeito de S.Fidélis esteve representando o município.

Diante de tantas bicicletas, falta estrutura para oferecer mais segurança aos ciclistas, e não acontecer o que aconteceu no dia 16 de novembro, onde uma ciclista morreu após ser atropelada por um caminhão no bairro Gamboa. Todos os dias, dezenas de ciclistas dividem espaços com veículos de grande porte pelas ruas da cidade.

Mulher morre ao ser atropelada por caminhão da Prefeitura de São Fidélis

– Além dos motoristas não respeitarem os ciclistas, as ruas são cheias de buracos. É uma falta de respeito com o povo fidelense. Quem precisar ir ou sair do Coroados, é o mais afetado, pois, além da segurança do ciclista, que é inexistente, têm os caminhões e os carros que muitas vezes não respeitam o ciclista, jogando o veículo em cima e deixando com pouco espaço para a passagem, colocando a vida daqueles que precisam passar por ali, todos os dias, em risco constante. – disse a fidelense Amanda Moreth.

cicloviaO local mais perigoso fica entre o bairro Vila dos Coroados e o Centro. Lá, deveria ter uma ciclovia, algo que foi prometido e chegou a ser anunciado pela prefeitura em um jornal da cidade. A obra deveria ter ficado pronta no segundo semestre de 2012, mas até agora, nada foi feito.

manifestação coroados 10– O trânsito é péssimo. Também tem o fato dos carros estacionados dos dois lados da rua, como na rua Coronel João Sanches, no Centro. Quando vem um carro ou caminhão, é preciso o ciclista parar e muitas vezes se encolher todo, para o veículo não esbarrar em você, na minha opinião aquilo ali deveria ser proibido já que a rua é muito estreita -finalizou Amanda.

A cada dia novas pessoas começam a andar de bicicletas. São vários grupos de ciclistas no município, e todos, querem mais segurança na hora de pedalar. Em novembro, ciclistas e moradores do bairro Vila dos Coroados começaram a fazer manifestações cobrando a ciclovia que foi prometida. Por duas vezes, eles fecharam a única ligação entre o Centro e o bairro. Outras manifestações devem ocorrer um janeiro.

– É complicado. Além de não existir a ciclovia, que seria essencial para os moradores da Vila dos Coroados, também há problemas em outros bairros, principalmente por desatenção. Recentemente, me envolvi em um acidente de bicicletas na Ipuca. Estava passando em um cruzamento, e uma mulher, também de bicicleta, virou a esquina sem olhar, e acertou a minha bicicleta. Apesar de ter sido uma desatenção dela, o problema poderia ser evitado caso houvesse um local destinado para as bicicletas. Na tentativa de evitar entrar muito na rua, ela acabou batendo em mim, e ainda tive que arcar com o prejuízo da bicicleta. Por sorte não me machuquei, mas poderia ter sido algo mais sério. É preciso repensar isso. – falou um leitor do SFnotícias, que preferiu não se identificar.

 

SFn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *