segunda-feira , 5 dezembro 2016
Defesa Civil realiza simulado em escola foto Vinnicius Cremonez 4

São Fidélis fica em 16º lugar no Índice de Oportunidades da Educação Brasileira

escola
Fotos: SFnotícias / reprodução

Com 8.180 habitantes, Comendador Levy Gasparian é o município do estado do Rio com as melhores condições de ensino básico. A constatação é do Índice de Oportunidades da Educação Brasileira (Ioeb), levantamento inédito sobre o aprendizado em todo o país. Já o município de Campos, que amarga a antepenúltima colocação no ranking do Ideb (aqui), ficou em 88° lugar no ranking do Ioeb, com nota 3,6, superando apenas quatro cidades (Japeri, Santa Maria Madalena, Arraial do Cabo e Belford Roxo). Campos tem a pior nota entre todos os municípios do Norte e Noroeste.

Municípios como Italva (7° lugar), Itaocara (9° lugar), São Fidélis (16° lugar) e Cambuci (18° lugar), apareceram bem no ranking. São João da Barra ficou em 42° lugar, com nota 4,2, superando Macaé, que ficou com nota 4,1, assim como Quissamã (4,1). São Francisco do Itabapoana ficou com 3,9.

Entre os primeiros estão Santo Antônio de Pádua, Aperibé, Nova Friburgo e São José de Ubá. Confira a lista completa no final dessa matéria.

ESCOLA COLONIA 7O novo indicador é fruto de estudo do Centro de Liderança Pública (CLP), com a poio das fundações Roberto Marinho e Lemann e do Instituto Península. Além de considerar a nota do Ideb, o índice se baseia em critérios como escolaridade de professores e taxa de atendimento na educação infantil. “A ideia é mostrar qual seria a situação de um aluno se estivesse no município “A”, em vez do “B”. Na verdade, é um indicador que agrega vários outros indicadores com o objetivo de aferir a qualidade educacional”, diz Reynaldo Fernandes, ex-presidente do Inep (instituto do Ministério da Educação que faz avaliações do ensino) e um dos autores do recém-lançado índice.

Mas ele faz um alerta: “Nenhum indicador é receita de bolo. Todos são termômetros. O importante é que levem a uma mobilização”, frisou.

No ranking dos estados, o Rio de Janeiro não foi bem: entre os 27, ficou em 15º. Entre os 25 melhores municípios brasileiros, nenhum é do Rio.

Defesa Civil realiza simulado em escola foto Vinnicius Cremonez 8Mesmo insatisfeito com o resultado, o secretário estadual de Educação, Antonio Neto, elogiou a criação do Ioeb, que reúne as escolas públicas e particulares num mesmo índice. “É positivo para a sociedade ter um indicador que está focado numa região. Embora o Rio tenha avançado na educação nos últimos anos, o Ioeb mostra o nosso desafio de superar desigualdades. O objetivo é entender as dificuldades e virtudes de cada região”, diz.

O município do Rio ficou em 27º lugar entre os 92 do estado e foi a 11ª entre as 27 capitais. Helena Bomeny, secretária municipal de Educação, ressaltou as dificuldades que as grandes redes enfrentam. “Não é justo comparar um município que tem 12 mil alunos com outro que tem 600 mil”, defendeu-se.

O Ioeb pode ser acessado no site www.ioeb.org.br

ioeb-rio-de-janeiro-WEB

Fonte: O Extra

SFn