quarta-feira , 21 novembro 2018

São Fidélis tem 15 casos confirmados de chikungunya e mais de 160 suspeitos Segundo a Vigilância em Saúde, somente de dengue são 74 casos suspeitos

Segundo a Vigilância em Saúde, somente de dengue são 74 casos suspeitos

Foto: Divulgação

O Aedes aegypti se tornou uma preocupação em São Fidélis. O município já contabiliza 15 casos confirmados de chikungunya e mais de 160 casos suspeitos. Segundo a Vigilância em Saúde, somente de dengue são 74 casos suspeitos.

Ao todo, o órgão recebeu 242 notificações das doenças transmitidas pelo mosquito. No Hospital Armando Vidal, os atendimentos às pessoas com sintomas parecidos com os da dengue, zika ou chikungunya estão lotando a unidade.

Como os exames estavam sendo feitos em um laboratório do Rio, os resultados demoravam a ficar prontos, mas agora, a Vigilância está realizando testes rápidos (foto ao lado) para as doenças transmitidas pelo Aedes.

Gripe

Nesta terça (15), uma morte por suspeita do vírus H1N1 também foi registrada na cidade. O material para exames foi coletado e o resultado deve sair em 15 dias. Até hoje, 6.400 pessoas já foram vacinadas, sendo 2.400 somente no Dia D, quando a vacinação foi aberta a toda população.

Até o dia 1º de junho, todas as Unidades Básicas de Saúde de São Fidélis estarão vacinando contra os três subtipos de gripe que mais circulam no inverno A/H1N1, A/H3N2 e Influenza B. O público alvo abrange gestantes, crianças com idades entre seis meses e menores de cinco anos, pessoas com mais 60 anos, mulheres com até 45 dias após o parto, pacientes crônicos, professores, além de profissionais da saúde e indígenas.


Mais do SFn