segunda-feira , 16 setembro 2019

São Fidélis tem redução nos casos de dengue e chikungunya Comparados ao 1º semestre de 2018, os casos prováveis de dengue diminuíram em 95.8% e os de chikungunya em 87.5%

Comparados ao 1º semestre de 2018, os casos prováveis de dengue diminuíram em 95.8% e os de chikungunya em 87.5%

O mais recente Boletim Epidemiológico de arboviroses, divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde, mostra uma grande redução nos casos prováveis de dengue e chikungunya no município de São Fidélis, no Norte Fluminense. Os dados divulgados são referentes ao primeiro semestre de 2019, em comparação ao mesmo período do ano passado. Nos seis primeiros meses desse ano, segundo dados do boletim, a cidade teve apenas dois casos prováveis de dengue – que foram confirmados – e 67 de chikungunya, dos quais 58 foram confirmados. Em 2018 foram 536 casos prováveis de chikungunya e 48 de dengue.

Já de acordo com a Vigilância em Saúde do município, neste ano foram notificados 100 casos de chikungunya e 10 de dengue. Em 2018 foram notificados 868 casos de chikungunya e 99 de dengue. Ainda segundo a pasta, foram realizadas dezenas de ações de combate ao Aedes Aegypti, entre elas palestras, Dia D de combate ao mosquito, faxinaços, adesão ao aplicativo “Xô Aedes”, que permite denunciar focos do mosquito, além de distribuição de repelentes na Farmácia do SUS, para moradores dos bairros com maiores índices de proliferação do Aedes.


Mais do SFn