segunda-feira , 15 outubro 2018

Secretaria de Saúde de Cordeiro faz apelo para que moradores participem do combate à dengue Agentes de endemias pedem que moradores separem alguns minutos do dia para vistoriar a casa, especialmente após as chuvas

Agentes de endemias pedem que moradores separem alguns minutos do dia para vistoriar a casa, especialmente após as chuvas

Fotos: Ilustrativas/ Reprodução

O município de Cordeiro está se mobilizando na prevenção aos focos do mosquito Aedes Aaegypti, transmissor de doenças como Dengue, Chikungunya e Zika Vírus, com a iminente chegada das chuvas. Mas, com mais de 20 mil habitantes e um grande número de residências, os agentes de endemias da Secretaria de Saúde fazem um apelo para que a população participe do combate.

Segundo a Prefeitura da cidade, atualmente a Secretaria de Saúde coordena as visitas domiciliares para tratamento e eliminação de focos, com a presença dos agentes de endemias em pontos estratégicos cadastrados regularmente, atualizados e tratados. O controle do vetor é realizado através varreduras nos bairros, obedecendo ao cronograma de ação.

Contudo, os agentes fazem um apelo aos moradores para que separem alguns minutos do dia para vistoriar a casa, especialmente após as chuvas, para evitar o acúmulo de água e a proliferação das larvas. “Quando forem viajar para outras cidades ou regiões, utilizem repelentes para evitar que haja casos adquiridos fora de Cordeiro”, orienta um agente.

De acordo com a secretária de Saúde, Vânia Huguenin, é preciso conscientizar que o controle do mosquito é responsabilidade de todos “Órgãos públicos, associações de moradores, clubes e segmentos religiosos, enfim, de toda população. A prevenção continua sendo a melhor maneira de lutarmos contra esses males” – ressalta.

Confira algumas dicas de prevenção:

  • Evite acúmulo de água, o mosquito coloca seus ovos em água limpa;
  • Coloque tela nas janelas para proteger sua família;
  • Ponha areia nos vasos de plantas, pois ela conserva a umidade e evita que o prato se torne criadouro de mosquitos;
  • Seja consciente com seu lixo;
  • Disponha desinfetante nos ralos de cozinhas e banheiros;
  • Limpe as calhas, piscinas e aquários;
  • Use inseticidas e larvicidas, que têm eficácia comprovada; e reavalie o uso de repelentes, principalmente em viagens ou locais com muitos mosquitos.

Mais do SFn