Secretaria de saúde esclarece caso de Yan

A Secretaria Municipal de Saúde, através do Centro de Vigilância em Saúde, emitiu uma nota de esclarecimento sobre a morte por meningite do menino Yan Martins Ferreira de 14 anos. Yan morreu na noite de quinta-feira, 18 de julho no Hospital Ferreira Machado em Campos.

Segundo informações passada pela tia de Eliana Ferreira, Yan amanheceu com dor de cabeça e fazendo vômitos. Yan foi levado para o Hospital Armando Vidal no Centro de São Fidélis, mas foi transferido para Campos. Eliana disse ainda que Yan tinha uma vida saudável e que tinha participado  de um festa de aniversário um dia antes.

Em nota, o Centro de Vigilância em Saúde de São Fidélis disse que o caso tratava-se de meningite pneumocócica causada por streptococcus pneumoniae que não é transmissível, porém de alta letalidade onde 30 a 40% dos casos evolui a óbito. O Centro também lembrou que a meningite é causada por vários tipos diferentes de vírus e bactérias.

Para verificar se alguém está com meningite e para saber qual o agente que causou a doença, coletam-se amostras de sangue e do líquido cefalorraquidiano ou líquor (líquido da espinha). Esses exames, além de beneficiar o paciente, pois o resultado é rápido e indica o tratamento mais adequado, também beneficia a comunidade, pois define quais as medidas de controle a serem adotadas com as pessoas que conviviam com o paciente, se forem necessárias.

No dia 23 de Julho, parentes e amigos de Yan fizeram uma manifestação pelas ruas da cidade. Com faixas e cartazes, eles reivindicavam a medicação de todos que tiveram contato com o adolescente. No mesmo dia, Agentes do Centro de Vigilância em Saúde fizeram uma palestra na quadra do bairro onde o menino morava para esclarecer os moradores sobre o caso.

A Enfermeira Chefe do Programa de Imunização de São Fidelis Ademila da Silva Rodrigues que conduziu a palestra, disse que não existe a necessidade de medicar a todos, mas apenas as pessoas que tiveram contato direto com Yan.

Os sintomas de meningite podem surgir repentinamente. Febre, dor de cabeça forte e constante, rigidez ou dor no pescoço, náuseas e vômitos, podem ser sinais e sintomas de meningite. Manchas vermelhas pequenas ou grandes na pele podem ser sinal de gravidade e de “meningococcemia”. Mudanças de comportamento como confusão, sonolência e dificuldade para acordar podem também ser sintomas importantes. Em recém-nascidos e lactantes, os únicos sinais e sintomas de meningite podem ser febre, irritação, cansaço e falta de apetite. Sempre que alguém apresentar ou observar esses sintomas deve procurar imediatamente assistência médica, para assegurar-se do diagnóstico e iniciar o tratamento o mais precocemente possível.


Mais do SFn