quarta-feira , 21 novembro 2018

Sem ambulância, criança é socorrida na caçamba de veículo, em Pádua Ambulância do Corpo de Bombeiros passa por manutenção. O hospital disse que a ambulância também estava em manutenção

Ambulância do Corpo de Bombeiros passa por manutenção. O hospital disse que a ambulância também estava em manutenção

Fotos: redes sociais

Um menino de apenas seis anos ficou ferido ao ser atropelado por uma moto no final da manhã desta quinta-feira (13/09) em Santo Antônio de Pádua. O acidente aconteceu na Rua Prefeito Alberto Vaz.

Como não havia ambulância, os bombeiros contaram com a ajuda de um empresário para que a criança recebesse um atendimento rápido. A ambulância do destacamento de Pádua passa por manutenção, e também não havia ambulância no hospital do município no momento.

Em nota, a assessoria de imprensa do Corpo de Bombeiros informou que os bombeiros realizaram os primeiros-socorros, imobilizaram e acompanham a vítima até o Hospital Hélio Montezano. A nota diz ainda que uma outra ambulância será deslocada ainda hoje para o destacamento de Pádua, já que a da unidade está em manutenção.

Já a assessoria de imprensa do Hospital Hélio Montezano informou que ” é o maior interessado no bem-estar coletivo, principalmente quanto a saúde pública”. A nota diz ainda que “o episódio em questão se trata de um caso de resgate, serviço que tarefa do Corpo de Bombeiros. Como a ambulância do corpo dos bombeiros também estava com problemas houve uma solicitação de ajuda nesse sentido. O Hospital Hélio Montezano tem sua frota de ambulância que eventualmente em caso de vacância é cedida para dar suporte aos serviços dos Bombeiros, o que não aconteceu no contexto em questão. Por conta do alto número de atendimentos feito pelo Hospital, dentro ou fora da unidade, a frota de ambulâncias têm revisões constantes, e por não haver nenhuma previsão de uso por parte da UTI móvel o veículo estava trocano suas pastilhas de freios. Por fim, o Hospital Municipal Hélio Montezano de Oliveira reitera seu compromisso com a saúde pública e sua pronta disposição em contribuir com o Corpo de bombeiros sempre que for solicitado”.


Mais do SFn