Sem apoio, atleta de Muay Thai tenta manter projeto que atende crianças de Cambuci e São Fidélis Desempregado, Marlos Araújo luta para manter projeto e transformar a vida de seus alunos

Desempregado, Marlos Araújo luta para manter projeto e transformar a vida de seus alunos

Não é de hoje que o esporte vem transformando a vida de milhares de pessoas ao redor do mundo. São inúmeros os benefícios que a prática esportiva pode proporcionar. Aqui em nossa região, nos municípios de Cambuci e São Fidélis, cerca de 29 crianças e adolescente estão tendo uma oportunidade ímpar através do projeto Muay Thai, mantido pelo atleta Marlos Araújo da Silva.

“Minha ideia, quando criei esse projeto, foi para educar esses jovens e mostrar que o Muay Thai pode mudar a vida das pessoas”, disse o atleta e professor, que de forma gratuita, oferece uma oportunidade para os moradores dessas duas cidades.

Tudo que o projeto necessitava era comprado com o dinheiro do trabalho de Marlos, que trabalhava embarcado, mas atualmente está desempregado. Ele não recebe nenhum apoio das prefeituras dos dois municípios, e sem dinheiro, já deixou de mandar seus alunos para competições.

“É difícil! É muito difícil achar patrocínios, principalmente quando nós vamos levar os atletas para competição. Minha aluna Ester, ela não pôde ir lutar em um campeonato no Rio, pois não estávamos com dinheiro. Os materiais são caros. Compro aos poucos, por que não tenho benefício para comprar em grande quantidade”.

Marlos precisa de materiais como luvas, manoplas e caneleiras para melhorar o desenvolvimento dos alunos. Em Cambuci, o projeto funciona na quinta-feira (19 horas) e no sábado (18 horas) na sede da banda, e no Angelim, em São Fidélis, funciona na segunda e na terça-feira, às 18 horas, na Associação de Moradores da localidade.

Marlos já conquistou a liga carioca, o campeonato brasileiro de Muay Thai, copa niteroiense de Muay Thai, o favela combate e outras competições; Agora, ele tenta vencer um grande desafio, que é manter o projeto e transformar a vida de seus alunos.


Mais do SFn