sexta-feira , 22 novembro 2019

Sem chuva há 100 dias e com focos de incêndio, São Fidélis entra em estado de alerta máximo Segundo a Defesa Civil, há alto risco de novos incêndios, de perdas agrícolas e até de desabastecimento de água

Segundo a Defesa Civil, há alto risco de novos incêndios, de perdas agrícolas e até de desabastecimento de água

Incêndio na APA Rio do Colégio e zona do Desengano

A Secretaria de Defesa Civil de São Fidélis colocou o município em estado de alerta máximo devido à forte estiagem que afeta a cidade. Não cai uma chuva significativa no município há mais de 100 dias. Na zona rural, açudes, nascentes e córregos estão secos. O órgão não divulgou até o momento quantos focos de incêndios já foram registrados este ano, mas na sua maioria, são causados pela ação humana, e com a falta de chuva, a situação se agrava. Segundo a Defesa Civil, há alto risco de incêndios em vegetação, de perdas agrícolas, de problemas respiratórios e até de desabastecimento de água.

O caminhão que faz o abastecimento de água em algumas comunidades do município está sendo usado na operação do Corpo de Bombeiros (veja AQUI) de combate a focos de incêndios na Zona de Amortecimento do Parque Estadual do Desengano, onde fica a Área de Proteção Ambiental (APA) do Rio do Colégio, na zona rural de São Fidélis. A operação começou na última segunda e não tem previsão de término. Bombeiros de Campos, Cambuci, Cabo Frio, Rio de Janeiro e São Fidélis trabalham na operação que acontece na região de São Benedito.  Nesta quinta-feira (12/09), por exemplo, duas aeronaves do Corpo de Bombeiros foram usadas.

Mais do SFn