segunda-feira , 26 agosto 2019

Sem chuva há 56 dias e com mais de 70 incêndios, Miracema entra em alerta máximo Vários animais silvestres já morreram queimados, muitos deles, tentando fugir das chamas

Vários animais silvestres já morreram queimados, muitos deles, tentando fugir das chamas

Imagens: Defesa Civil Miracema

Sem chuva há 56 dias, Miracema, no Noroeste Fluminense, decretou situação de alerta máximo para risco de incêndios florestais. A Defesa Civil do município decretou alerta máximo devido à previsão de tempo firme e temperatura alta nos primeiros dias de agosto. Já foram registradas mais de 70 ocorrências de incêndio em vegetação (vídeo no final), sendo 27 casos só em julho. As chamas já consumiram mais de 23,5 hectares por toda a cidade. Vários animais silvestres já morreram queimados, muitos deles, tentando fugir das chamas.

Só no último sábado, dia 27, a Defesa Civil de Miracema informou que detectou dez áreas de queimadas na zona rural do município. Ontem (30), o coordenador da Defesa Civil de Miracema, Cláudio Martins, disse ao SF Notícias que 99% dos 79 casos registrados foram provocados por moradores que colocaram fogo em lixo. Na noite desta segunda-feira (29) por exemplo, um incêndio de grandes proporções destruiu uma área equivalente há 15 campos de futebol na divisa entre Miracema e Santo Antônio de Pádua. Bombeiros e agentes da Defesa Civil conseguiram controlar o incêndio. Segundo o Corpo de Bombeiros de Pádua, foram usados cerca de 4 mil litros de água no combate, além de abafadores.

Para combater os focos, a Defesa Civil da cidade criou o Programa Ronda Verde. Duas vezes ao dia, nos horário de maior incidência, a viatura da Defesa Civil, com os equipamentos de combate ao incêndio, fará uma roda de uma divisa a outra com a finalidade de detectar possíveis focos de incêndios em seu início. Outra ação será detectar a queima de lixo e entulho, fazer o registro e encaminhar para a Guarda Ambiental. Quem for flagrado colocando fogo será notificado por crime contra meio ambiente.


Mais do SFn