terça-feira , 6 dezembro 2016
6

SEMED aprova novo plano de educação de São Fidélis

2
Fotos: Matheus Berriel

Foi aprovada nessa quarta-feira (17), em uma convenção no Cine Teatro Jayme Coelho, a adequação do novo Plano Municipal de Educação de São Fidélis, que estará em vigor no decênio 2015-2025. No evento, foram apresentados todos os itens do documento, que tem como base o Plano Nacional de Educação e contém os planos e as estratégias para a realização dos objetivos traçados. A leitura dos itens foi feita pelo Secretário Municipal de Educação, Ideraldo Luiz Sepúlveda, acompanhado de Ligia Sueth e Soraia Defanti, também integrantes da mesa de execução do evento e da equipe da Secretaria Municipal de Educação. Após apresentados, os assuntos que geraram discussão foram votados pelos presentes na plateia, que, em maioria absoluta, contou com professores de todas as modalidades de ensino.

Em entrevista para o SF Notícias, Ideraldo se mostrou satisfeito com o interesse dos professores em tomar conhecimento da formulação do novo plano. O secretário acredita que a participação deles é essencial para que as decisões sejam tomadas e os planos estipulados corretamente, dentro da realidade prática.

1– No início da conferência, nós tínhamos um público bastante palpável. Muitas pessoas da sociedade civil organizada, e os professores ficaram até mais tarde. De acordo com que a conferência foi acontecendo, algumas pessoas saíram por causa de seus compromissos. De qualquer forma, ainda estamos com um compatível aos trabalhos da conferência, quantidade suficiente para que as votações transcorram com democracia e com sucesso. Os trabalhos ocorreram com normalidade, tudo dentro do seu tempo do modo que nós imaginamos. Só passamos um pouquinho do horário do almoço, 15 minutos, mas isso é levado em consideração, pois sempre tem alguma discussão mais longa. – disse.

Em relação ao plano de educação que estava em vigor até este ano, foram alterados alguns itens, e acrescentados outros vários, como grande foco para a alfabetização desde a educação infantil e nos primeiros anos do ensino fundamental, para que sejam alcançados índices melhores que os do estado e do país nas outras áreas.

– No plano anterior, nós tínhamos praticamente só quatro objetivos. Nesse plano, a quantidade de objetivos de alcance da qualificação da educação aumentou. Nós temos agora 10 objetivos, então esse plano é muito mais abrangente do que o anterior, mesmo porque o outro foi feito em um contexto linear diferenciado do que o que está sendo feito agora, pois estamos trabalhando com os aspectos socioculturais e históricos do município, mas de forma separada, por tópicos, deixando para o final as metas e estratégias, que vão fazer com quem esse diagnóstico detectado pela comissão possa ser corrigido, agora com as novas metas traçadas. – enfatizou.

4Por fim, o secretário avaliou que é possível que sejam alcançados todos os objetivos traçados para o próximo decênio, mas que será preciso realizar um trabalho intensificado na questão do nível do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica municipal, que é medido através de avaliações como o Saeb, o Saerj e a Prova Brasil.

– A meta mais desafiadora é que fala da busca de melhoria do IDEB. Você tem que incentivar o aluno a fazer as provas, pois as vezes ele vai fazer essas avaliações sem incentivo, sem interesse. Temos que trabalhar em cima disso, porque ali o aluno também está tendo julgada sua capacidade, bem como a capacidade de toda a escola e também de todas as modalidades de ensino, desde a educação fundamental do primeiro segmento, até o ensino médio. Isso envolve muitas modalidades de ensino, e temos que trabalhar sobre esse ensino, para o aluno ir preparado pra essas avaliações. Uma das estratégias do plano é contemplar o aluno com alguma coisa, servindo de estímulo, por mérito. Se ele teve méritos, ele vai conseguir alguma coisa. O que vai ser, a gente ainda não sabe, mas isso está no plano. – finalizou.

A programação da convenção de adequação do Plano Municipal de Educação de São Fidélis (2015-2025) começou pela manhã, às 8h, com um credenciamento dos envolvidos no evento. Em seguida, foi feita a abertura, com a composição da mesa e a execução do Hino Nacional Brasileiro e também do Hino Terra de Luz, de São Fidélis. Após, houve uma apresentação cultural de introdução, seguida pelas palavras iniciais dos responsáveis pelo andamento do evento. Ainda pela manhã, foram enfocadas as metas e estratégias direcionadas à educação básica (Educação Infantil, Ensino Fundamental e Ensino Médio). Já na parte da tarde, após pausa para almoço, a discussão teve o foco voltado para a Educação de Jovens e Adultos (EJA), entre outros temas de abrangência geral.

SFn