sábado , 10 dezembro 2016
vaquejada

Senado aprova lei que torna vaquejada e rodeio patrimônio cultural

rodeio

O Senado Federal aprovou na tarde desta terça-feira (01/11) o projeto que eleva a vaquejada e o rodeio à condição de manifestação imaterial e cultural nacional.  O projeto, que é de autoria do senador Otto Alencar (PSD-BA), irá a sanção presidencial e facilita o caminho para aprovação de uma PEC que regulamenta as vaquejadas em todo País.

A proposta não legaliza os eventos, mas foi entendida pelos senadores como um primeiro passo para reverter a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), que tornou a vaquejada ilegal por considerar que a prática causa sofrimento animal. Na vaquejada, um boi é solto em uma pista e dois vaqueiros, montados em cavalos, tentam derrubar o animal pelo rabo.

Contrários a decisão do STF, os defensores da atividade afirmam que a vaquejada faz parte da cultura regional, que se trata de uma atividade econômica importante e movimenta cerca de R$ 14 milhões por ano.

 

SFn