Servidores no grupo de risco do coronavírus deverão trabalhar em casa, em São Fidélis Expediente externo e atendimento presencial ao público no âmbito da Prefeitura serão limitados a apenas casos de estrita necessidade

Expediente externo e atendimento presencial ao público no âmbito da Prefeitura serão limitados a apenas casos de estrita necessidade

Fotos: SF Notícias

A Prefeitura Municipal de São Fidélis publicou um decreto com diversas ações para prevenção ao contágio pelo novo coronavírus. Entre as medidas adotadas pela administração municipal está a determinação de que servidores que fazem parte do grupo de risco da doença trabalhem à distância, em regime “home office”. O grupo incluiu gestantes, maiores de 60 anos, pacientes oncológicos e imunocomprometidos comprovados por laudo médico, servidores/funcionários que tenham retornado de viagem internacional nos últimos 14 dias, mediante comprovação, além daqueles que apresentarem febre ou sintomas respiratórios. Na segunda-feira (16/03) a liberação desses funcionários foi sugerida na Câmara Municipal pelo vereador Higor Porto. (Reveja AQUI)

Segundo o decreto, o expediente externo e o atendimento presencial ao público, no período entre os dias 18 e 31 de março, no âmbito da Prefeitura Municipal ficará limitados a apenas atendimentos de estrita necessidade. “Cada órgão municipal deverá expedir orientações específicas quanto à forma de restrição de atendimento presencial e expediente externo e orientar a população quanto as possíveis formas de trabalho por meio de telefones, endereço eletrônico e site, observando as demais determinações constantes deste Decreto”. O servidor público, de qualquer espécie deverá exercer as funções laborais, preferencialmente, fora das instalações físicas do órgão de lotação, em trabalho remoto – em casa -, desde que observada a natureza da atividade, mediante a utilização de tecnologia de informação e de comunicação disponíveis ou através de rodízios da atuação presencial dos servidores. A autoridade superior poderá ainda conceder antecipação de férias ou flexibilização da jornada com efetiva compensação.

Fotos: SF Notícias

As reuniões administrativas serão preferencialmente de forma virtual, utilizando meios tecnológicos de informação e de comunicação disponíveis. Além disso, qualquer servidor público, empregado público, contratado temporário ou funcionários de empresas ou entidades sem fins lucrativos que prestam serviços para o município e atuam na área de saúde no município, que apresentar febre ou sintomas respiratórios passa a ser considerado um caso suspeito de Covid-19 e deverá adotar o protocolo de atendimento específico emitido pela Secretaria Municipal de Saúde. O município conta com três casos suspeitos do Covid-19. Exames serão coletados nesta quarta (18) e enviados ao Lacen-RJ. (Veja detalhes AQUI)

Mais do SFn