Superintendente de Vigilância em Saúde de S. Fidélis fala sobre contágio, sintomas e prevenção ao coronavírus A superintendente também informou que as amostras dos casos suspeitos no município já foram enviadas ao laboratório estadual

A superintendente também informou que as amostras dos casos suspeitos no município já foram enviadas ao laboratório estadual

Foto: Fiocruz

A pandemia do novo coronavírus tem mudado a rotina de muitas cidades no interior do Rio de Janeiro, mesmo daquelas que não possuem casos confirmados da doença. Em São Fidélis, no Norte Fluminense, a Secretaria Municipal de Saúde investiga três casos suspeitos. Diversas medidas foram tomadas como forma de prevenção, sendo a mais recente o cancelamento da tradicional Festa do Padroeiro, que ocorreria em abril. Com o objetivo de esclarecer dúvidas sobre o contágio, sintomas e prevenção, o SF Notícias conversou com a superintendente da Vigilância em Saúde, Hítalla Valentim. Ela ressalta que a disseminação do vírus se dá de pessoa para pessoa, por gotículas, através de espirro ou tosse, ou contato. (continua após a publicidade)

A superintendente também informou que as amostras dos casos suspeitos no município já foram enviadas ao laboratório estadual e já constam como “em análise”. Ela aconselhou para que, quem estiver com sintomas gripais, use máscaras, e para que aqueles que puderem, fiquem em casa, principalmente os que fazem parte do grupo de risco. Confira a entrevista completa no vídeo abaixo:

Mais do SFn