terça-feira , 20 novembro 2018

Suspeito de envolvimento na morte de PM em Maricá é preso por tráfico em Itaocara Ele e a companheira alugaram um imóvel em Itaocara no último dia 15, um dia após a morte do sargento Anchises

Ele e a companheira alugaram um imóvel em Itaocara no último dia 15, um dia após a morte do sargento Anchises

Foto: PM

Um suspeito de envolvimento na morte do sargento Anchises Avelino de Azevedo Neto, de 47 anos, foi preso por tráfico de drogas neste domingo (21/10) em Itaocara. Anchises foi executado com cinco tiros na noite do último dia 14 na Comunidade Saco da Lama, em Maricá.

O suspeito, identificado apenas como A.M.E., de 24 anos, foi encontrado em um bar na Rua Ana Catarina, no Morro Cruzeiro. Segundo informações dos policiais do Patamo da 2ª Cia do 36º BPM, o suspeito tentou fugir, mas foi alcançado. No bolso de sua bermuda os policiais encontraram dois cigarros de maconha, um aparelho celular e R$ 200,00 em espécie.

Ele e a companheira alugaram um imóvel em Itaocara no último dia 15, um dia após a morte do sargento Anchises. Antes de irem para o Noroeste Fluminense, eles estavam morando no bairro Fonseca, em Niterói. No imóvel em que foi alugado foi encontrada uma bucha grande de maconha.

Na delegacia o suspeito foi autuado por tráfico de drogas. Segundo o delegado titular da 135ª Delegacia Legal de Itaocara, Dr. Sérgio Elias, ele será transferido nesta tarde para audiência de custódia no presídio de Campos, onde também deverá prestar depoimento quanto à morte do sargento Anchises.

O Disque Denúncia oferece uma recompensa de R$ 5 mil para quem passar informações sobre os responsáveis pelo assassinato do sargento. Para fazer a denúncia basta ligar para o (21) 2253-1177. Não é preciso se identificar. A morte do sargento é investigada pela Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Maricá (DHNSG).


Mais do SFn