terça-feira , 10 dezembro 2019
Foto: reprodução

Suspeito de matar casal de tatuadores em Macaé é encontrado morto em presídio de Campos Adriano Lopes Prata, de 44 anos, foi encontrado morto no isolamento do presídio. Crime aconteceu na noite do último dia 21

Adriano Lopes Prata, de 44 anos, foi encontrado morto no isolamento do presídio. Crime aconteceu na noite do último dia 21

Casal foi morto dentro de um carro de aplicativo

O suspeito de ter matado um casal de tatuadores em Macaé foi encontrado morto manhã desta terça-feira (30) em uma área de isolamento do Presídio Dalton Crespo de Castro, em Campos. Em nota, a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) informou que acionou o Corpo de Bombeiros, mas que Adriano Lopes Prata, de 44 anos, já estava sem vida. A Seap informou ainda que registrou o caso na 146ª Delegacia Legal de Guarus, e que aguarda o laudo cadavérico com a causa da morte.

Adriano é suspeito de matar o casal Luiza Barbosa Pereira, de 20 anos, e Renan da Silva Pereira Abade, de 19 anos. Eles foram mortos na noite do último dia 21. O casal estava em um carro de aplicativo quando ambos foram atingidos por tiros. O motorista do carro também foi baleado. De acordo com informações da polícia, o crime teria sido cometido para que Adriano não tivesse que pagar pelas tatuagens feitas nele pelo casal.

Mais do SFn