quinta-feira , 16 agosto 2018

Suspeitos de assaltarem posto em distrito de São Fidélis são liberados por falta de provas A qualidade das images das câmeras dificultou a identificação dos acusados que são irmãos

A qualidade das images das câmeras dificultou a identificação dos acusados que são irmãos

Os irmãos W.P.S.C. e J.R.O.S.C., acusados de serem os autores do assalto ao posto de combustíveis em Pureza, terceiro distrito de São Fidélis, foram liberados pela polícia. Segundo informações da 141ª Delegacia Legal do município, as imagens do circuito de monitoramento do estabelecimento não foram suficientes para imputar aos acusados a autoria do crime.

Os dois foram detidos horas após o assalto por policiais do Grupamento de Ações Táticas (GAT) de São Fidélis e da 4º Companhia de Cambuci em um sítio localizado em uma estrada de terra no distrito de Portela, em Itaocara.

Os policiais chegaram ao imóvel após localizarem a mãe dos acusados. No momento em que os PMs chegaram, ambos estavam dormindo. Uma moto com as mesmas características da que foi usada no assalto, foi encontrada na varanda nos fundos da residência. O material furtado não foi encontrado.

O assalto 

As imagens mostram o momento em que um dos acusados chega ao posto usando um casaco e armado. Ele rende o frentista e rouba a quantia de R$ 1.000,00, um celular e o cordão de prata da vítima. Em seguida, o acusado corre para um matagal onde estava o segundo acusado com uma moto, modelo Honda CG de cor verde.

Na Delegacia

Os dois foram qualificados como envolvidos e um inquérito foi instaurado para investigar o caso. O frentista teria reconhecido a voz de um dos acusados que seria cliente do posto. A polícia buscas mais indícios para autuar os dois como sendo os responsáveis pelo assalto.


Mais do SFn