quinta-feira , 16 agosto 2018

Temporal deixa dois mortos e rastros de destruição no Rio A força da água destruiu ruas e arrastou diversos carros. Moradores perderam tudo em diferentes pontos da cidade

A força da água destruiu ruas e arrastou diversos carros. Moradores perderam tudo em diferentes pontos da cidade

Fotos: G1 / Onde Tem Tiroteio (OTT)

Duas pessoas morreram em um deslizamento de terra durante um temporal que atingiu o Rio de Janeiro na madrugada desta quinta-feira (15/02). Bairros ficaram alagados, rios transbordaram, centenas de árvores caíram e a ciclovia Tim Maia desabou em um trecho.

O temporal também provocou a paralisação de ramais do trem e de linhas do BRT. Várias ruas ficaram ou ainda estão interditadas por alagamentos e quedas de árvores, entre elas, a Linha Vermelha e a Avenida Brasil.

Na Barra, em apenas uma hora, a estação do Alerta Rio registrou 119% do esperado para todo o mês de fevereiro — entre 23h45 e 0h45, foram 123,2mm. Em Jacarepaguá, das 17h de quarta (14) às 2h de quinta (15), choveu quase 150% da média de chuva esperada para todo o mês de fevereiro.

As viaturas do Batalhão da PM em Rocha Miranda ficaram encobertas pela água. O caso mais grave aconteceu em Quintino, Zona Norte, onde duas pessoas morreram. As vítimas do deslizamento de terra são Marcos Garcia, de 59 anos, e Judina Magalhães, de 62. Eles estavam em uma casa que foi invadida pela terra.


Mais do SFn