Temporal provoca queda de barreira na RJ-200, quedas de árvores e deixa ruas alagadas em Miracema Nível do Ribeirão Santo Antônio chegou a 1,5 m. Mais cedo, institutos de meteorologia emitiram alertas para a possibilidade de chuva forte no estado

Nível do Ribeirão Santo Antônio chegou a 1,5 m. Mais cedo, institutos de meteorologia emitiram alertas para a possibilidade de chuva forte no estado

Fotos: reprodução/ redes sociais

Institutos de meteorologia haviam alertado mais cedo para a possibilidade de temporais no estado do Rio, e a chuva realmente chegou a algumas cidades na tarde desta segunda-feira (17/02). Em Miracema, ela voltou a trazer transtornos para os moradores. Diversas vias ficaram alagadas com o grande volume de chuva, entre elas a Avenida Carvalho, onde a força da água derrubou motos. Também houve alagamentos em outros pontos do Centro, bairro Hospital e próximo ao Campo do América, além de quedas de árvores. De acordo com a Prefeitura, uma barreira caiu em um trecho da RJ-200, entre Miracema e Palma. Barrancos também cederam e casas foram atingidas pela água, ainda segundo a administração municipal. A Defesa Civil informou que o nível do Ribeirão Santo Antônio chegou a 1,50 m. A cota de transbordo é 3,50 m. (continua após a foto)

Por volta das 16h30 o radar meteorológico RainViewer mostrava um forte núcleo de chuva sobre o município. O pluviômetro do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais, localizado no Centro, registrou um acumulado de 41.2 milímetros nas últimas seis horas. Equipes da Defesa Civil, Secretaria de Obras e a Guarda Civil estão nas ruas atendendo as ocorrências relacionadas ao temporal. A região segue em alerta para chuva forte até o fim do dia (reveja AQUI)

Mais do SFn