Tocha71

Tocha Olímpica chega ao Rio trazida por medalhistas olímpicos da vela

Tocha34

A Tocha Olímpica chegará ao Rio de Janeiro na manhã desta quarta-feira (3), proveniente de Niterói, onde será acesa no veleiro Aileen, em que velejadores dinamarqueses ganharam medalha de prata na Olimpíada de Verão de Estocolmo, em 1912. Ela sairá do Rio Yatch Club às 8h, com destino ao Rio de Janeiro, no veleiro Lady Lou, que terá como tripulantes os medalhistas olímpicos Torben e Lars Grael, Clínio Freitas, Isabel Swan, Nelson Falcão, Marcelo Ferreira e Ronnie Senfft.

A chama deve chegar às 9h na Escola Naval, levada pelos irmãos Torben e Lars Grael em um barco a remo conduzido por dez remadores da Marinha do Brasil. O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, receberá a tocha, tornando-se o seu primeiro condutor na cidade. Em seguida, ela será transportada até a Cinelândia pelo veículo leve sobre trilhos (VLT) da Estação Santos Dumont, dando sequência ao revezamento.

Tocha12O comboio passará em frente ao Theatro Municipal, no centro do Rio, seguirá até a Cidade do Samba, na zona portuária, antes de partir para a Baixada Fluminense. Nessa região, ela percorrerá os municípios de Duque de Caxias, São João de Meriti, Nilópolis, Belford Roxo e Nova Iguaçu, onde encerrará o dia. No dia 4, retornará ao Rio de Janeiro, quando passará pela Vila Olímpica, a partir das 8h. O surfista Rico de Souza levará a chama em uma prancha, na praia da Macumba, no Recreio dos Bandeirantes, zona oeste.

Entre os condutores da Tocha Olímpica na capital, estarão o compositor Nelson Sargento, presidente de honra da Escola de Samba Estação Primeira de Mangueira, o garçom da Confeitaria Colombo, Orlando Duque, que trabalha no local desde 1952, e o gari Renato Luiz Lourenço, o Renato Sorriso, figura popular do carnaval carioca. A Tocha Olímpica chegou ao estado do Rio de Janeiro no último dia 27 de julho, na cidade histórica de Paraty, de onde rumou para a vizinha Angra dos Reis, na Costa Verde fluminense e passará por 40 dos 92 municípios fluminenses. Até agora, já passou por 34 municípios. O Rio de Janeiro é a 325ª cidade a participar do revezamento da tocha no país.

No próximo dia 5, a tocha acenderá a Pira Olímpica no Estádio do Maracanã. Outra pira, também oficial, ficará exposta na Esplanada da Candelária, no passeio público que se estende do Armazém 8, na zona portuária, até o Museu Histórico Nacional, na Praça XV, batizado de Orla Conde e também conhecido como Boulevard Olímpico. Será a primeira vez, na história dos Jogos Olímpicos de Verão, que uma pira ficará fora do Estádio Olímpico.

TOCHA OLÍMPICA SÃO FIDÉLIS RJ 55

SFn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *