segunda-feira , 17 fevereiro 2020

Torre da Igreja Matriz de São Sebastião, em Varre-Sai, desaba Em nota, a Paróquia São Sebastião de Varre-Sai disse que diante da chuva, aliado ao estado de conservação, a torre cedeu

Em nota, a Paróquia São Sebastião de Varre-Sai disse que diante da chuva, aliado ao estado de conservação, a torre cedeu

Parte da Igreja Matriz de Varre-Sai desabou na noite desta quinta-feira (13/02). O templo fica na Avenida Felicíssimo Faria Salgado, na área central do município, que fica no extremo Noroeste Fluminense. Equipes do Corpo de Bombeiros e Defesa Civil fizeram a interdição e isolamento da área. Nas redes sociais, moradores relataram que a fachada da Igreja estava com muitas rachaduras, em estado precário de conservação. Em nota, a Paróquia São Sebastião de Varre-Sai disse que diante da chuva, aliado ao estado de conservação, a torre cedeu. Não havia celebrações no momento e por estar fechada, ninguém ficou ferido. A nota diz ainda que a Paróquia chegou a lançar no mês de dezembro de 2019, um projeto para a reforma da Igreja Matriz, mas as obras não começaram devido ao documento de autorização por parte dos órgãos ambientais não ter sido liberado. (continua após a foto)

A Igreja Matriz de Varre-Sai é a única da Diocese construída em área de preservação particular, pertencente a própria Paróquia, portanto, necessita de liberação ambiental, que ainda não tinha sido realizada, mesmo diante de todos os documentos já apresentados. A nota diz ainda que a Diocese de Campos acompanha o processo de reforma e reconstrução da Igreja, entretanto, os fiéis do município não estão desassistidos, e todas as celebrações foram transferidas para a co-matriz de Santa Filomena, que foi reformada recentemente pelo pároco Pe. Rogério Cabral Caetano, que atualmente já está sendo ampliada para acolher os fiéis, diante da eminência das obras na igreja principal.

Mais do SFn